Nada mais.

large

Se eu te dissesse o quanto eu estava me sentindo vazia, o quanto minha alma implorava por ter de volta o romance em nossas vidas, mudaria algo?

Se eu te explicasse o quanto odiava teu jeito introspectivo de ser, o quanto me sentia apenas normal pra ti, quando eu queria ser a melhor do mundo, tu teria mudado?

Se eu te confessasse o quanto me doía ter que mendigar tua demonstração de afeto publicamente, o quanto me machucava ver que eu transbordava amor e paixão por ti em cada canto que eu passasse e tu era sempre quieto, tu teria feito diferente?

Não fui a melhor companheira. Sei disso. Carrego minhas falhas e erros de peito aberto para que todos possam ver, não escondo de ninguém o quão chata eu era, o quão bad vibes eu me tornei ao longo do tempo. Mas, e tu? Consegue enxergar teus defeitos ou ainda me culpa por todo esse caos? Tu és ciente de cada falha?

Hoje tirei o dia pra pensar. A gente tinha absolutamente tudo pra dar certo. Faltou sintonia. Faltou timing. Faltou eu colaborar um pouco e tu também. Faltou calma da minha parte e faltou euforia da tua. Faltou eu dizer que me arrependi por todas as brigas que eu causei e faltou tu dizer que se arrepende por cada surpresa que não fez.

Tentei te mudar. Confesso. E me sinto a pior das pessoas assumindo isso. Foram meses tentando burlar tua visão de ver algumas coisas. Tentei, tentei e tentei. E depois de ver que não adiantaria absolutamente nada, eu desisti. E talvez aí esteja o erro. Ter desistido. Aceitei a viver com esse teu jeito, aprendi a me contentar com teu romance. E a partir disso, tudo desandou. Eu deixei de fazer as coisas que eu mais amava que era te mimar, te agradar, te surpreender. E tu continuou vivendo da mesma forma.

Eu transbordei amor. Paixão. Lealdade. Sinceridade. E hoje em dia eu tô vazia.

Não pensa que esse texto é pra colocar todas as culpas em ti. Bem pelo contrário. Só que com ele, consigo entender o quão diferentes éramos. E que não tínhamos tudo pra dar certo assim.

Aqui fica minha gratidão pelos anos vividos, pelos momentos compartilhados e pelo amor que tivemos. Reforçando que sou ciente das minhas falhas, sigo em frente, mas agora sem vazio, sem ódio, sem dor. Sem esperar absolutamente nada mais de ti.

 

Você pode conferir mais textos em:

http://vitgarre.wix.com/tudoquevocedeixou

 

 

Vitgarre

About Vitória Garré

Libriana no extremo da palavra. É completamente viciada em doce e chimarrão. Encontrou na escrita uma forma de se libertar, e acredita tanto nos seus sonhos, que escreveu na pele que eles nunca morrem, só pra ela sempre lembrar.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3