Eis a carta que te escrevi.

Confesso que não esperava que viesse a minha procura. Achei, sinceramente, que você fosse desses que enterra a história e finge que não aconteceu. Achei que na hora que se interessasse por outra iria me esquecer completamente. Então, fiquei surpresa quando disse que sentia minha falta e faria de tudo pra me reconquistar, quando pediu perdão por coisas que sequer tinha feito.

Pois é, como eu lhe disse, minha vida melhorou muito. Eu melhorei muito. Arrisco dizer que essa é a minha melhor fase e, finalmente, consigo aproveitá-la sem me sentir uma perdedora na corrida contra o tempo. Depois da tempestade que fazíamos juntos, descobri que a calma sempre vem. E, nesse caso, tem andando arrastado, ombros largos, sorriso espaçoso e a incrível mania de me fazer bem.

Eu estou irreconhecível, juro. Tudo bem que eu emagreci um pouco e cortei o cabelo, mas não é por isso, é porque eu aprendi a recomeçar. Demorei um tempo pra pegar o jeito, admito. Mas logo me flagrei rindo sozinha ao acordar. Ele fez isso comigo. Aliás, o que ele já fez por mim é mais do que eu poderia pedir ou deixar passar. Ele não vê o passado em mim, vê seu próprio futuro. E o mais importante, ele me vê ao seu lado.

Aprendi a me aceitar de novo, quem eu me tornei depois de você, sabe? Meus pés estão cravados no chão, mas meu coração, pela primeira vez em muito tempo, suspira em paz. Ando dormindo tão bem e parece que tudo ao meu redor ganhou cores que antes eu não podia ver. Eu me sinto amada por onde passo, como se eu tivesse algum magnetismo natural que me faz agradecer cada pessoa que cruza meu caminho. Tenho me focado na minha carreira, investido 100% do meu tempo em mim, e o resultado disso está estampado na minha cara. Quem me vê hoje nem imagina o que eu passei pra chegar até aqui.

Eu me sinto forte, tenho a sensação de estar inquebrável, embora você, mais do ninguém, saiba de quantos cacos se faz meu coração. Estou feliz, te juro. É absurdo isso porque a felicidade é tão volátil que, olhando atentamente, a única coisa que realmente mudou foi a forma como eu me sinto sobre o mundo, sobre mim mesma. Estou com alguém que tem certeza que quer estar comigo, e essa segurança que eu desconhecia até então, me faz sentir plena, como se até as estrelas tivessem se alinhado ao meu favor. E, logo eu, que nunca quis me envolver, me sinto grata por ter dado a oportunidade de alguém me fazer bem, ao invés de me fechado na minha redoma de decepções.

Não aconteceu assim, de uma hora pra outra, mas veio na hora certa em que pude aceitar que mereço ser amada, e não que nasci pra ser sozinha. Ele me fez acreditar novamente em mim. E aí, vem meu único problema e o motivo pelo qual te escrevo essa carta: apesar de tudo, ele não pode ser você.

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3