Desilusão face-gramatical-amorosa.

20131024-200509.jpg

Você está lá e , conhece um cara super gente boa, com um papo bom em que a conversa se desenvolve. O dito cujo pede seu facebook e whatsapp e você dá se sentindo completamente sortuda! Puxa, essa noite valeu mesmo a pena! No entanto, mal sabes tu, jovem moçoila, o que te espera dentro dessa vida virtual. Quem nunca conheceu um príncipe que escreve que nem um ogro, que atire a primeira pedra! Tem tanto jumento por aí, que nem mesmo se o beijasse a vida inteira, sequer viraria sapo! Tenho certeza que algumas pessoas escrevem com o cotovelo ou o nariz, sei lá, mas não é humanamente possível que escrevam com as mãos essas atrocidades. Eu sou indignada com quem escreve errado! Quem fala errado (quando eu me refiro a quem fala errado, estou ignorando nossos vícios de linguagem e as gírias de cada região) é um outro patamar que eu acredito que pouco me relaciono hoje em dia; é surreal pra mim, entretanto, escrever errado é jogado, cuspido e massacrado na minha cara todos os dias por todas as redes sociais! Vamos pedir piedade! Senhor, piedade!

Pensando nisso (algo que me atormenta desde os tempos de Orkut), vou listar os piores erros cometidos por eles E elas nas redes sociais. Hoje, ninguém me escapa!

1) Qual seu problema com a pontuação?
Não sei se é porque eu sou obcecada por virgulas que, simplesmente, não entendo quem não tem o mesmo apreço por elas. Já tiveram várias situações que eu tive que parar de responder a pessoa (e quando encontrá-la dizer que não vi ou que o pc travou ou que eu estava lutando contra ninjas assassinos) porque eu não consegui entender o que ela disse, já que me deixava uma margem de mil possibilidades! Vejam o exemplo:

“Oi gata como vai fazer algo hoje to afim de sair pra comer você vai linda marcamos la em casa as 15h leve sua mãe e sua irmã meus amigos vão fique tranqüila quanto a bagunça bjos”

Primeiro, não consigo respirar só por ler isso sem pausa! Segundo, dá pra ver o explicito sentido ambíguo aí, não?
Vamos ler com a pontuação:

“Oi, gata! Como vai? Fazer algo hoje? Tô afim de sair pra comer você. Vai, linda? Marcamos lá em casa às 15h. Leve sua mãe e sua irmã, meus amigos vão. Fique tranqüila. Quanto a bagunça? Bjos”

E agora o que o infeliz devia ter dito:

“Oi, gata! Como vai? Fazer algo hoje? Tô afim de sair pra comer, você vai, linda? Marcamos lá em casa as 15h, leve sua mãe e sua irmã. Meus amigos vão, fique tranquilo quanto a bagunça. Bjos”

Agora vocês conseguem ver a importância disso?! Sem mais.

2) POR QUE AINDA HÁ PESSOAS QUE ESCREVEM TUDO ASSIM? SERÁ QUE ELAS NÃO VÊEM QUE ESTÃO GRITANDO E É EXTREMAMENTE IRRITANTE LER DESSA FORMA? DE DUAS UMA: PARECE UMA PESSOA CONSTANTEMENTE COM RAIVA (OU CONSTIPADA) OU ALGUÉM DO GUETO FALANDO. SINTO DIZER QUE NÃO CONSIGO LER EM “CAPS LOCK” SEM IMAGINAR ALGUÉM ESTALANDO OS DEDOS E FAZENDO A DANÇA DO PESCOÇO IGUAL DOS “FAT FAMILY”, VOCÊS LEMBRAM? É GROSSEIRO E DESRESPEITOSO! NÃO É PORQUE VOCÊ ESCREVEU UM TEXTO INTEIRO ASSIM QUE VOU TE DAR MAIS ATENÇÃO E PARAR TUDO QUE ESTOU FAZENDO PRA TE LER. MUITO PELO CONTRÁRIO, TENHO TANTA AGONIA QUE ADMIRO QUEM CONSEGUIU SEQUER ME LER ATÉ O FINAL.

3) Outra coisa que eu não entendo é quem descansa o dedo no ponto final…………porque é assim que eu chamo quando deixa de ser uma reticência (que tem apenas 3 pontos) e se torna, praticamente, um novo parágrafo de pontos…………..como isso acontece? A pessoa está escrevendo e se sente cansada e decide descansar um pouco o dedo………….ou ela pensa que quanto mais pontos puser mais dará uma ideia de final ou, quem sabe, de pensamento prolongado……….no caso, ela diria “Sonhei com você essa noite………………(pausa para relembrar o sonho) foi muito bom………….(ênfase nos momentos bons)” Por favor, me expliquem essa reforma gramatical porque eu realmente não suporto ver tantos “dedos descansados” nas frases.

4) Tem coisa pior do que aquela declaração de amor que se torna um assassinato à academia de letras? Gente, pelo amor de Deus! Metáforas com a escada, o prego no sapato e a tampa na panela, as vezes, não fazem sentido algum! Se você não nasceu com o talento natural da escrita, NÃO INSISTA! Procure alguém pra fazer pra você, ponha uma música ou texto pronto. Quando você põe uma foto com aquele texto horroroso ou publica na pagina do seu namorado, você está fazendo questão que as pessoas vejam como é lindo o amor de vocês, mas “crendeuspai” tudo que posso ver é um animal fora da jaula! O seu texto de amor imediatamente se transforma no retrato da “vagabundagem” escolar. Você deixa sua mãe ler isso? Alias, você sequer leu alguma coisa na sua vida? Uma revistinha da Mônica, pelo menos? É um começo, meu bem.

5) Eu não sei de onde tiraram que existem dois tipos de “de novo” junto e separado. Bem, sinto acabar com seus planos de ser um asno pro resto da vida, mas só existe UM tipo de “de novo” e é se-pa-ra-do!

6) Gente, “por causa QUE” não existe! Eu fico doente quando ouço alguém falando porque sabem como é cearense, né? Fala rápido demais! E transforma uma expressão que já é grosseira em um dialeto russo, polonês, sei lá! Só sei que eu ouço “pucauski” e é muito, muito foda.

7) Tem certas coisas que eu acho tão de praxe e repetitivo de falar que não consigo acreditar que as pessoas ainda errem sem querer, como, por exemplo: a gente (no sentido de nós) é separado, o certo é falar “Se você vir ele diga…” E não “Se você vê ele diga…”. Mas absolutamente quase ninguém acerta esse. O certo é “perda de tempo” e não “perca de tempo”, mas já corrigi isso tantas vezes que tenho até preguiça de explicar! Conserto com S é sinônimo de acerto, reparo e concerto com C, bom, vem de orquestra, musical. Qual a dificuldade?

Não vou me prolongar, mas sei que muitas vezes a gente tem que bater o print daquele infeliz e talvez mandar para as amigas. Porque, afinal, eles merecem, vai! Meu povo, melhore!

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3