Coração Leve.

LFr0bPkqkG

É engraçado… Depois de tanto tempo ainda lembro-me da gente. Não com raiva, nem com amor… Mas com a consciência de que tudo aconteceu como deveria ser. Na verdade, não deveria ser e aceitar isso foi muito torturante no início, confesso até que enlouqueci, me desliguei da realidade. Mas, depois de toda a crise, vem o aprendizado.

Depois que foi amor, virou birra. E era aquilo que eu amava na gente, a nossa teimosia em insistir em algo que estava predestinado a dar errado. Acho até bonito da forma que acabou. Foi dignamente um final de uma relação que tinha o mínimo de afeto. Dia desses até pensei em te chamar, contar tudo que eu vivi e como me senti, mas talvez nosso fim seja esse mesmo, sermos apenas conhecidos.

Queria te dizer que não sinto raiva alguma, e de certa forma sou grata por tudo que aconteceu, você me fez crescer de uma forma absurda, e no fim das contas consegui tirar uma boa lição disso tudo. Aprendi que tudo têm hora exata pra acontecer, e a vida se encarrega de nos mostrar o caminho certo, a pessoa certa.

Espero do fundo da minha alma que você seja feliz, e dê valor a quem te dá valor. Pois no final das contas, nós só precisamos de nós. Só precisamos de amor, afeto e sinceridade. E ser livre é a maior dádiva que pode existir. E hoje sou alguém melhor, mais leve e esperta. Posso dizer que ninguém me engana mais, nem você.

Aquele peso que eu tinha nas costas e no coração, se transformou em serenidade. Em sabor de dever cumprido, em pés no chão. Fiz tudo que pude, e continuei seguindo. O passado eu enterrei e deixei pra trás. Hoje em dia só amo o que me deixa leve.

Só amo quem quis ficar na minha vida.

Vitgarre

About Vitória Garré

Libriana no extremo da palavra. É completamente viciada em doce e chimarrão. Encontrou na escrita uma forma de se libertar, e acredita tanto nos seus sonhos, que escreveu na pele que eles nunca morrem, só pra ela sempre lembrar.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3