Quando o fim vira começo.

É engraçado começar esse texto assim, tão livre, tão solta, tão dona do mundo. Me sinto meio nostálgica até em pensar sobre tudo que aconteceu. É, me joguei no mundão. Desde que cê soltou a minha mão e decidiu que seria melhor pra você seguir sozinho na sua paz, me descobri. Me reinventei. Havia séculos…

Continue lendo...

Sobre mudanças.

Dia desses, voltando pra casa e refletindo sobre a vida, lembrei singelamente dos planos que a gente fazia. De como tínhamos praticamente os mesmos sonhos e como queríamos construir nossa casa. Ainda lembro que queríamos o teto engessado com aquelas luzes ambiente para dar um clima na nossa sala, com aquelas cortinas compridas. Meio cafona…

Continue lendo...