Mira na Charlotte e acerta na Samantha.

Queria só começar dizendo que não me surpreendo de nunca ter havido na história da televisão uma personagem chamada Samantha que fosse santinha. Coincidência? Destino? Minha mãe tentando me pregar uma peça? Bom, não sei. Entendo isso como fatos. Tecnicamente falando, sendo assim, posso não me responsabilizar por minhas atitudes, certo? Não? Ok. Vamos começar…

Continue lendo...