Agora eu te entendo.

Veja se você consegue me entender: não me falta nada. Eu juro. Desde que eu saí da sua vida pude caminhar em direção a minha. É até irônico que eu só tenha conseguido alcançar tudo que sempre quis depois de te perder. Acho que era porque enquanto eu queria você, eu não queria mais nada…

Continue lendo...

Dei o meu melhor.

Dei o meu melhor, disso eu tenho certeza. Foram os erros mais sinceros, o arrependimento mais amargo, as lágrimas de menina que derramei quando mulher. Foram as cenas mais dramáticas que aconteciam, primeiro, dentro de mim e se repetiam dia após dia até tornarem-se realidade. Foi a realidade mais linda e dolorosa que já vivi…

Continue lendo...

5 sinais de que é hora de desapegar.

Ouvi de uma amiga minha, um dia desses, que outra amiga nossa estava praticamente namorando. Essa é uma coisa engraçada sobre ser mulher: somos viciadas em advérbios que nos aproximam da realidade que gostaríamos de ter e ao mesmo tempo reduzem a seriedade do assunto. Praticamente namorando. Quase casada. Finalmente solteira. São relacionamentos por um…

Continue lendo...

Vídeo novo! Chá de sumiço + Sorteio!

O Chá de sumiço não é novidade para ninguém e já foi assunto debatido aqui no blog. Desde que o mundo é mundo e o ser humano é mala, a gente tem que lidar com a ausência repentina (e geralmente sem explicação) de alguém. No vídeo dessa semana, eu falo sobre uma das minhas teorias…

Continue lendo...

Ele me traiu.

Ele me traiu. E não adianta tentar me consolar, eu não preciso disso. Ele me traiu e admitiu. A gente demora um pouco pra perceber quando uma situação trágica, na verdade, veio pra nos libertar, mas a partir daquele momento em diante, em que eu pude enxergar quem ele verdadeiramente era, foi como se eu…

Continue lendo...

Não foi amor, foi apenas você.

Você não tinha que gostar de mim, agora eu sei disso. Mas na época, eu achava que merecia porque eu estava páginas à frente numa história que insistia em chamar de nossa. Em parte, a culpa foi minha. Eu vi você chegando distraído, andando arrastado, dizendo bobagens e achei que estivesse procurando por mim. Mas…

Continue lendo...

Não subestime a força dela.

Ela era dessas que pensam demais. Mal conhecia o cara e já se incluía em todos os planos que o vira fazer. Fantasiava viagens, idas ao cinema, finais de tarde na praia, as piadas que diria entre sua roda de amigos, a roupa que usaria quando fosse conhecer seus pais. Eu poderia dizer que ela…

Continue lendo...