Você era pra mim algo insubstituível.

large

Sabe, dia desses estava eu limpando minha bolsa, carteira e todo aquele conjunto de coisas que nós mulheres sempre abarrotamos de coisas, eis que encontro um bilhetinho, quase amarelado, rasgado e com a seguinte frase: “guarda sempre na bolsa, pra lembrar que eu te amo.” Voltei no tempo em questão de segundos. Lembro-me do dia em que você escreveu isso, e no primeiro dia que o encontrei na minha bolsa sem que você estivesse mais na minha vida.

Li ele por mais umas cem vezes até hoje, mas foi diferente. Não doeu. E me sinto tão leve em dizer que sinto sim sua falta, mas caiu a ficha de que nunca mais seríamos a mesma coisa. Então preferi virar a página, crescer e aceitar que você simplesmente não quis mais ser minha amiga e foi embora, seguiu seu rumo.

Durante muito tempo me culpei, te culpei, culpei a falta de tempo, a vida, a distância, os teus pais, a minha realidade totalmente diferente da tua. Mas, realmente o tempo me fez entender. Durante esses quase três anos que se passaram, eu felizmente encontrei pessoas que me deram colo, abraços, e aos poucos foram curando essa ferida que você deixou. Eu tive consolo, tive companheiras pra ir ao show da nossa banda preferida, tive alento, tive um alicerce quando você foi embora e levou tudo que havia de melhor em mim. Me reconstruí. Renasci.

Isso não significa que eu tenha me esquecido de você. Afinal ainda somos amigas no Facebook, e uma vez a cada seis meses minha mãe pergunta de você, talvez com a esperança que a resposta seja diferente das últimas dez vezes. Porque no fundo todo mundo aqui te quis bem, te tratou da melhor forma que podíamos nos dedicamos para que você sempre se sentisse a vontade, mesmo com uma realidade tão diferente. Mas, você quis embora. E depois te tanto segurar a tua mão e implorar pra que ficasse eu decidi por te deixar livre. Afinal quando as coisas viram nó, elas deixam de ser laço. E agora finalmente eu consigo entender que nunca mais nos veremos, nem nos falaremos.

Mas ainda há alguém aqui que te deseja só o melhor da vida. Aquelas coisas que eu não desejaria nem pra mim. Espero que você esteja feliz, seja lá aonde estiver.

Vitgarre

About Vitória Garré

Libriana no extremo da palavra. É completamente viciada em doce e chimarrão. Encontrou na escrita uma forma de se libertar, e acredita tanto nos seus sonhos, que escreveu na pele que eles nunca morrem, só pra ela sempre lembrar.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3