VIDEO NOVO – Eu faço pole dance!

Depois de uma época muito baixo astral em minha vida, definitivamente, as minhas prioridades mudaram. Eu percebi que havia uma porção de coisas que eu SEMPRE quis fazer e nunca havia feito. Vou te falar uma coisa: depois dos 25, a gente já não tem mais a sensação de ter todo o tempo do mundo,…

Continue lendo...

Por que não eu?

Quando eu era mais nova – e acredito que você também tenha passado por isso – eu, depois de muito negar pra mim mesma e até mesmo policiar os pensamentos que se direcionassem a essas perguntas, admiti que sentia um certo despeito quanto aquelas garotas que foram as escolhidas. Veja a seguinte situação pra refrescar…

Continue lendo...

Porque só amor não basta.

Dia desses, um amigo meu me confessou que seu namoro não estava lá essas coisas. Minha reação instintiva foi perguntar se ele já não a amava mais ou não a amava como antes. Ele disse que sim, o sentimento era mesmo, mas já não estava tão disposto. E então eu entendi. Temos mania de questionar…

Continue lendo...

Tinha que ser você.

Você foi o motivo de eu ir embora e também o de eu voltar. Parece piada. Como posso ter saído com tanta convicção de que havia feito a escolha certa, de que não valia a pena tentar de novo, que ainda era cedo o bastante pra que a distância não doesse tanto assim e voltado…

Continue lendo...

Não vale a pena.

“Não vale a pena”, é  que eu respondo. Não preciso ser específica quanto ao meu coração, sei onde apanhei e quem me feriu. Preciso te dizer algo que talvez doa ouvir: não vale a pena. Sabe aquele cara que diz gostar de você, mas não está pronto pra um relacionamento? Não vale a pena. Quem…

Continue lendo...

Eu sobrevivi.

Nem sempre dá, cê sabe. Nem sempre dá certo. Nem sempre dá pra manter o sorriso no rosto. Nem sempre dá pra esconder os conflitos de dentro. Nem sempre dá pra esquecer o que lhe magoou. Nem sempre dá pra fingir que está tudo bem. Nem sempre dá pra agir como se pudesse entender a…

Continue lendo...

Um dia a ficha cai.

Não foi por deixar de gostar que eu me afastei, muito pelo contrário. Foi por gostar demais. Eu me vi disposta a fazer por ele coisas que eu nunca fiz por ninguém. Porque eu também nunca havia sentido aquilo por outra pessoa, então, esse sentimento me mudou completamente. Aprendi muito sobre mim mesma e a…

Continue lendo...