Sobram as culpas onde falta o amor.

Sabe aquela velha desculpa que nos deixa com a pulga atrás da orelha “O problema não é você, o problema sou eu”? E se o problema fosse você? Acho engraçado que o contrário da rejeição seja a autoestima elevada. E, em geral, eu tenho uma admiração bizarra por quem consegue mantê-la nesse patamar quase inalcançável…

Continue lendo...