_500_days_of_summer_2009_504_wallpaper

Deixa tuas roupas pelo chão, deixa teu cheiro no meu lençol, deixa teus medos no armário.

Deixa o despertador tocar, deixa a música alta, deixa teus sonhos expostos na cara.

Deixa a escova de dente no meu banheiro, suas cuecas dentre minhas calcinhas, deixa teu corpo sob o meu.

Deixa o tempo em passos lentos, deixa a rotatividade dos meus planos confundirem-se com os teus.

Deixa meu coração batendo forte, deixa aquele ataque de riso comigo.

Me deixa ser tua.

Tira essa cara amarrada, esse tênis surrado, essa barba mal feita.

Tira do peito a expectativa, das costas essas asas e do caminho tuas pedras.

Tira poesia de nossas brigas, tira as palavras da minha boca, tira os olhos de outra moça.

Tira o desespero da rotina, tira a viagem do papel, tira minha bagunça da tua.

Me tira nua.

Fica vermelho de raiva, fica até ser minha metade, fica do meu lado.

Fica feliz com minhas vitórias, fica preso em meu abraço, fica por mais um pedaço.

Fica até tarde em noite chuvosa, fica preguiçoso em dia bonito, fica sorrindo por tempo infinito.

Fica nervoso com nossos planos, fica ansioso em nossos anos.

Fica sorrateiro na minha rotina, fica e despedaça minha vida,

Só fica comigo, mas não fica na tua.