O amor é clichê, meu bem.

Antes de eu ter meu primeiro namorado, eu já sabia tudo que diria a ele. Já sabia as exatas palavras que usaria para me declarar. Eu ansiava por alguém que me fizesse sentir o mesmo que as poesias que eu lia me causavam: um calor que pressiona o peito, se arrasta pela garganta e embaça…

Continue lendo...