Você precisa deixar ir

Quando já não cabe mais. Quando o espaço está apertado para o tamanho que a pessoa ocupa. Quando as lágrimas são mais constantes do que os sorrisos. Quando tudo começa a pesar. É aí que é preciso entender que não há mais nada a ser feito. Que as tentativas se esgotaram, afinal, é impossível continuar…

Continue lendo...

Não alimente os cafajestes.

Nada em minha vida indicava que eu fosse me interessar por um cafajeste. Talvez fosse justamente isso – a incapacidade de prever – que nos guiasse até um. Ou talvez fosse a bermuda (dois números maiores) que pendia presa em um cinto deixando à mostra a cueca – e meus desejos mais sórdidos. Ou quem…

Continue lendo...