O tempo do amor é não tê-lo.

Estou vazia. Disso eu tenho certeza, e duvidaria de quem me dissesse que seria assim. Mas já não sinto mais nada, nem mesmo a vontade de me questionar. Catei todos os porquês espalhados pelo chão que trilhavam o caminho que escolhi. Afinal, foi uma escolha. Se apaixonar é uma escolha; sempre é. Tenho mania de pôr a amor em…

Continue lendo...