Passe o tempo que passar, sempre será você

874584eb71f2ed1655ad84623f5e2f94

Nós começamos nos envolver sem saber ao certo o que daria isso, se daria se quer em alguma coisa. Sem programação, sem roteiro, sem compromissos, sem alianças e “te amo’s”. Só queríamos que durasse o tempo que fosse necessário pra ser intenso. E sim, foi intenso. Intenso o suficiente pra te falar que nunca esquecerei o que vivemos e que eu seria a garota mais apaixonada e realizada do mundo se a força superior lá de cima nos colocasse novamente no mesmo caminho. Intenso pra te falar que valeu a pena cada segundo ao seu lado e que se eu pudesse faria valer mais 298282282828282292190282829192 segundos ao seu lado.

Me lembro da expectativa que era quando íamos nos ver e da tristeza que eu sentia quando me deixava na porta de casa. Do medo dos dias correrem sem o nosso controle, porque sabíamos que mais tarde cada um seguiria para o seu lado e toda aquela história seria apenas mais uma crônica romântica de um livro qualquer, esquecido na estante velha no meio de tantas outras histórias, até mais interessantes que essa. Uma ressalva: não mais interessante pra mim. Você ainda é o homem com jeitinho de menino por quem me apaixonei naquele dia na sua casa, tomando coca-cola e jogando papo fora. Você ainda é aquele que, mesmo e independente de todos os obstáculos do mundo, me faz sentir a princesa do seu conto de fadas. É você ainda que apesar dos dias continuarem correr sem nosso controle que me faz sonhar e acreditar na gente como nenhum escritor meloso do século passado sonhou e acreditou num amor. É você o dono dos meus melhores textos, dos meus melhores sorrisos e dos meus melhores sentimentos.

Era exatamente isso que eu queria que você não esquecesse: dos meus sentimentos. E que passe o tempo que passar, corra como ele quiser, será sempre você no meu coração. Até que apareça outro cara mais legal, mais bonito, mais inteligente ou até menos que tudo isso, mas que saiba como me tratar e como fazer me sentir uma princesa. Não que eu queira ser princesa de outro cara da realeza, mas é que talvez nossa história só tenha sido tão linda justamente por durar o tempo necessário pra ser intenso. E durou, foi intenso e marcou. Por isso guardo comigo cada coisinha que vivemos, porque me fez bem, feliz e mais, porque me deixou com sensação de dever cumprido. Dever cumprido pois eu cheguei e te amei, daquele jeito mesmo, sem esperar nada em troca, sem saber o que você pensava da gente, só cheguei pra te amar. E te amei da forma mais linda e sincera que já pude amar alguém. Falo de amor, porque pra mim, foi amor. Meu escritor favorito disse que amor é quando você vive algo mágico com alguém e isso se desfaz no primeiro sinal da rotina, como uma neblina que desaparece quando caminhamos entre ela. Foi isso, desfazemos de nós quando tivemos que olhar pra frente e deixar tudo isso guardado em algum cantinho, mas meu escritor favorito esqueceu que amor também é feito de permanências e que você permanece em mim.

Meus sentimentos continuam aqui e continuarão independentes de rotina ou neblina. Passe o tempo que passar, sempre será você o motivo do melhor de mim e dono de grande parte desse coração que infla só de lembrar da gente. Pra sempre será você, até que… Bom, até que um dia possamos ficar juntos e eu possa mostrar para o meu escritor predileto que amor não se desfaz,  cria-se,  inicia e melhor, se abastece pra que nunca morra dentro de você.

 

 

Ana2b

About Ana Vitória Batista

Ana Vitória, assina seus textos por Ana Batista de Barros - Ana2b - 18 anos, acadêmica de Direito e apaixonada (completamente) pela vida. Pela arte, pelas pessoas, pela escrita, pelo mundo. Sou um pouco de tudo e muito do que escrevo, imagino e reinvento. Falo de amor, com amor e no final é só isso que importa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3