Não desperdice a chance de dizer o que sente.

Quantas vezes uma música te fez lembrar de alguém, a cena ficou nítida em sua memória, você se flagrou rindo sozinho, pensou que gostaria de falar, de saber se está tudo bem ou de apenas dizer saudade, mas então o momento passou, a música acabou e você não fez nada? Quantas vezes sonhou com alguém que ama de todo coração e acordou sem dizer uma palavra? Quantas vezes falou da importância de uma pessoa em sua vida pra terceiros, mas não disse a ela mesma? Quantas vezes achou que teria todo tempo do mundo e percebeu tarde demais que havia perdido o “timing”?

Pois é, a gente costuma achar que a vida nos afasta das pessoas, que é uma questão de fase, caminhos opostos, escolhas distintas. A gente costuma atribuir a culpa à razões que não podemos controlar pra nos emancipar da responsabilidade. E então a gente deixa passar; pessoas, lugares, saudades. E aprende a coexistir com aquele vazio no peito de quem evita olhar pra trás e ver o que e quem perdeu. Essa mania infantil de seguir em frente à passos atropelados é o que torna a bagagem tão pesada. Nada dói mais do que tratar alguém que significou tanto como estranho, não saber reagir, não saber o que pode fazer e falar pra que não soe falso. Ou inconveniente.

É engraçado perceber que algumas pessoas tiveram prazo de validade em nosso caminho, e outras, sem que houvesse metade do esforço, simplesmente permaneceram. A gente sempre acha que sabe diferenciar quem vai de quem fica, e muitas vezes, insiste em quem já foi e desiste de quem gostaria de ficar. O amor não é uma constante, é uma busca diária pelo próprio bem estar e do próximo. Não desperdice a chance de dizer o que sente a alguém que você não para de pensar. Não temos tempo a perder em disputas de ego. Quem é verdadeiro cansa de viver entre quem é de mentira.

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3