Monólogo da tpm

Segundo a Wikipédia, Cólica quer dizer: ciclos de dor intensa, com aumento gradual da intensidade até um pico e depois melhora lentamente.
Obvio que é mentira!
Cólicas são bombas nucleares que explodem dentro de você de cinco em cinco minutos, fazendo com que perca a fome, o senso e até a fala! É como se seu corpo todo estivesse em guerra e você não pudesse fazer nada pra contornar. É como se milhões de diabinhos te chicoteassem do inferno e você só pudesse assistir. É como se você fosse atropelada por um trem no sol de meio dia e pisassem nas suas tripas no teu suspiro final. É como se fosse forçada a fazer 59 agachamentos guiados pra salvar sua mãe da mão de terroristas. Isso sim, é cólica.

20130819-145049.jpg
Inclusive, analisando o termo, eu acredito que a expressão “guerra nuclear”, poderia ser substituída por “cólica nuclear”. Além de fazer mais jus ao nome, ganharia a simpatia das mulheres.

Você está firme e forte vivendo sua vida, sorrindo para o mundo, dando bom dia ao porteiro, conversando com pessoas na rua. Sendo uma pessoa amigável e carismática, quando, de repente, é atingida por uma bola de demolição nas pernas. Ai! Quando tenta se recuperar do susto e por-se de pé, a bola volta e lhe atinge as costas. Não bastando, lhe amarram bigornas nos pés e todo chão à sua volta vira uma escada.

20130819-150402.jpg
Pronto, essa é a dor no corpo.

Você chega em casa e tudo que deseja é relaxar, mas assim que abre a porta tem uma escola de samba no meio da sala, luzes de por toda a casa. Enquanto corre buscando um momento de paz interior, é puxada pela pessoa que mais odeia na vida e fala te cuspindo e você se vê forçada a ouvir toda aquela balela, aos gritos, claro.

20130819-150005.jpg
Quando pensa que pode escapar é atingida por uma bola de basquete na cabeça, no mesmo momento que 30 cachorros começam a latir desesperadamente à sua volta. Bom, essa é a sensação da dor de cabeça.

Tudo que você quer agora é assistir um filme pra esquecer um pouco sua triste condição. Está passando na TV, os 10 minutos finais de “Como se fosse a primeira vez”. Já assistiu, mas lembra como é bom. Porém, percebe dessa vez, como é lindo o amor que ele tem por ela e a vontade de reconquistá-la a cada dia. Quer dizer, o amor dele por ela é surreal! Como pode alguém se esforçar tanto pra apaixonar a mesma pessoa todos os dias?

20130819-145745.jpg
Antes que se dê conta, está “aos prantos”, lembrando de todos filhos da puta caras que não se esforçavam nem em fazer a barba pra te agradar! Por algum motivo, cinco minutos depois, está jogada ao pé da cama se lamentando por não ter ninguém assim. Não na vida, mas agora. Esse é o sentimentalismo.

Nada melhor pra afogar as mágoas do que comida, mais especificamente, chocolate. Quando começa a comer, quase que instantaneamente, sente seu corpo flutuar. Como se nada mais importasse, de olhos fechados, desfruta cada pedaço. No entanto, quando se vê, perde a fala. Como fiquei tão gorda?!

20130819-145440.jpg
Acontece que pra cada grama de açúcar ingerido há um ganho de gordura de 200%. Ou seja, você está inchada, horrível, tão gorda que mal pode abraçar a si mesma. Seu pescoço está tão largo que seria possível ter outro rosto nele, seus braços tão pesados que adota a posição de um gorila. Essa é a “sensação” de inchaço.

Chega de sentir pena de si mesma, decide mudar de vida. Vamos começar pelo namorado. Diga a ele tudo que sente, tudo que acha que podem melhorar, tudo que ele podia mudar. Enumere e cite exemplos das vezes que teve raiva e escondeu. Agora é pra dizer tudo, nada pode ser escondido. Mas, infelizmente, é claro que ele não vai te entender. Provavelmente, não te acha capaz de mudar de vida, assim, do nada. Ele está confuso e gritando com você. Até que pronuncia a frase que nunca pode ser dita a uma mulher: Você está de tpm?!
Tudo bem. Ele mereceu os cinco pontos na cara e o chute nos…enfim! Mas da próxima vez, não precisa ameaça-lo com a tesoura de podar.

20130819-145122.jpg
Bom, pelo menos, é tudo isso que você se imagina fazendo com ele por ser tão incompreensivo, arrogante, machista, autoritário! Cortem a cabeça dele! As duas!

Puxa, olhem só como nós mulheres sofremos! Não é facil ser atropelada por um trem, andar com bigornas nos pés, ter uma escola de samba em casa, ver o amor dos outros que nunca será seu e, ainda assim, quando tenta conversar e ter apoio das pessoas que ama é taxada como louca e perigosa! Injustiça e absurdos completos! E não venham discordar de mim não, porque hoje eu estou “atacada”!

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3