Garota, eu não tenho pena de você.

tiara

Garota, de antemão me desculpe pelo o que vou lhe dizer, mas eu não vou lhe poupar. Você precisa acordar desse contínuo crepúsculo de ilusões e parar de buscar em cada amanhecer pistas de que ele ainda pensa em ti. Você enxerga entrelinhas em qualquer detalhe usado por ele pra te superar. O mundo gira em sentido anti-horário àquele em que você perde presa ao passado. Ele não vai voltar, tampouco o próprio tempo. Seu calendário está atrasado, refaça as contas. Há dias, noites inteiras passam por ti e o sol nasce para todos enquanto você se fecha na sombra da piedade de si mesma. Não há ninguém tão enganada quanto você que torce para que não notem quando vibra baixinho ao descobrir o paradeiro dele.

Você tem que sair dessa, parar de sentir pena da própria imagem no espelho. Ou de ensaiar discursos de falso orgulho na esperança de poder recitá-los algum dia. Guarde-os para si, assim como, as lágrimas que te escorrem do rosto e refletem na janela. Quem te fez chorar escondida sequer merece seu pranto. Garota, você precisa reagir, senão o acaso age em seu lugar. Não é destino, nem divino, é disposição. Enquanto você lamenta, ele procura em todas – ou qualquer uma – uma razão de recomeçar. Desiste do pote de ouro ao final do arco-íris, ele não está lá te esperando coisa alguma! Sua única certeza está em compor um longo caminho colorido de obstáculos; dias cinzas, amores roxos e corações em branco à espera da tua cor para gerar vida.

Garota, não vai ficar mais fácil, não. Você que precisa amadurecer. Não posso falar pelo seu futuro, mas por minha experiência, nada vai vir de mão beijada. Até beijos são roubados e conselhos são cobrados. Mas ninguém pode ver o buraco em seu peito e você não pode ver o de ninguém. Todo mundo está lutando contra seus próprios monstros internos. E sabe de uma coisa? Às vezes, estão perdendo. Faz parte. Quando está tudo bem a gente tende a esquecer que a vida também é composta de lados ruins, não é? No entanto, se não fosse por eles como saberíamos valorizar o lado bom? Você insiste tanto em ser forte que esquece que a fraqueza é fundamental. Somos metades que se completam em um só coração. Não há mal algum em se sentir para baixo, o problema está em se conformar com isso. É como morrer por dentro cada dia um pouco mais, bem lentamente. E, ainda assim, sobreviver.

Eu sei que você pensa que não tem culpa, que às vezes o universo joga sujo. Mas há mais de sete bilhões de pessoas no mundo, algumas transbordam insegurança em amores rasos, outras, estão fugindo assustadas com o que podem encontrar em si mesmas. Algumas só querem voltar para casa, mas esta não se trata de um lugar. Outras, estão perdidas em tantos abraços vazios quanto o ócio pode proporcionar. E todas elas querem o mesmo que você. Então, você não é especial. Não tem nada de diabólico ou trapaceiro nos desvios das estradas que se cruzam casualmente. Todo mundo está tentando tapar os buracos de outros caminhos, independentemente de quantas vezes venham a se abrir.

Garota, honestamente, não vou passar a mão na sua cabeça, principalmente porque você não anda fazendo questão de erguê-la. É impossível ajudar quem não quer ser ajudada, suas amigas sabem disso. Talvez por isso tenham se cansado de você. Não as culpe por não quererem levantar todos os dias um fardo que só se multiplica ao invés de se dissipar. Você não faz sua parte. Ninguém pode vencer suas batalhas em seu lugar. Você usa o amor como desculpa, garota, e perde seu maior incentivo. Se ele não valia o esforço, quem dirá, agora valerá seus planos. Sinceramente, antes dele você perdeu a si mesma e achou confortável ter quem carregasse sonhos por ti. Mas eram dele, eram ele. Não, você.

Garota, você precisa acordar e até se tornar mais egoísta. Excluir da sua vida tudo que não lhe acrescenta, inclusive, pessoas. Ninguém consegue entender suas necessidades melhor do que você, nem pode te amar mais do que você a si mesma. Saia desse coma. Autopiedade é só mais uma forma de dormir com os olhos abertos. Enquanto seu coração bater não o torne apático, lhe dê um motivo maior do que buscou sempre em outros sorrisos. Não podemos controlar tudo, muito menos, todos. Aliás, somos reféns da vida, e não o contrário. Então, como sua felicidade pode estar na mão dos outros se sequer cabe dentro de ti? Eu não posso mais te ajudar. Gostaria, óbvio. Mas não posso. Não cabe a mim decidir a sua hora de mudar, mas meu palpite é que seu relógio interno já alarmou. Ele não vai voltar, tampouco o próprio tempo. E assim, tomando as rédeas da própria história, é que a gente se ajeita. Eu não tenho pena de ti, e você também não deveria.

 

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3