Eu te desejo.

blairechuckEu desejo que o motivo que você tem para acordar também te faça perder o sono. Desejo essa inquietação que novos projetos te inspiram a morder tampas de canetas. Desejo teus olhos circulando pela sala e embalando teus pensamentos. Desejo o frio na barriga antes de ser aceito, eleito, refeito. Desejo suas mãos suando e entrelaçando-se nas minhas; quero ser tua proteção no toque, na fala e na alma.

Desejo que reflita sobre o momento da sua vida foi crucial pra que estivesse onde está. Onde trocou o “não” pelo “sim”, o “eu não preciso disso” por “eu quero isso”, o que te fez extinguir o subjuntivo do presente que lhe deu um futuro. Desejo que liste seus arrependimentos um a um, e se demore por um minuto ou dois em toda dor que lhe causaram. Desejo que não os esqueça pra que pouco a pouco te tornem alguém melhor; reconhecer seus erros é o primeiro acerto.

Eu te desejo a felicidade que não pode ter valor mensurado, nem linha de chegada. Mas que só pulsação dos sete dígitos gravada no coração alheio te motive a continuar, pois acredite quando lhe digo: que amar seja seu maior motivo. Desejo que sabendo disso não desista de mim ou de nós dois mesmo quando estiver cansado, e eu te encher com quaisquer amenidades para disfarçar minha cara inchada de choro. Eu te desejo paciência para minha implicância com sua displicência. Minha arrogância contra sua prepotência. Que seja eu e você contra o mundo outra vez.

Eu desejo que meu colo no teu pranto faça a diferença. Desejo que meu beijo em sua nuca sempre lhe cause arrepio. Que minhas pernas cruzem-se com as tuas pra mesclar nossos planos. Que meu abraço seja a resposta para suas dúvidas nos caminhos incertos. Que eu seja teu porto seguro, tua saída. Por mais que soe egoísta o quanto eu quero sozinha juntar teus cacos, eu desejo uma pitada de caos para dar cor ao nosso dilema.

Eu te desejo. E desejo uma única vida contada por nós dois. Desejo um final tranquilo para uma jornada feliz. Desejo que a gente permaneça quando a dificuldade apertar, o tempo abater, a vontade sucumbir a sanidade, que a gente apenas permaneça. Eu te desejo sem vergonha, sem roupa e sem juízo. Te desejo no atrito de quando nossos corpos se falam tanto quanto no frisson de nossas despedidas.

Eu te desejo mais do que tudo que há em mim.

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3