Crise dos 20 e tantos anos.

A pior frase que eu escutei ao longo da minha vida foi “Eu já fui como você.” E é ainda mais frustrante a forma como ela se aplica à tudo. “Você não acredita em Deus? Eu já fui como você.” Ou “Você diz que quer casar cedo? Eu já fui como você.” Ou “Você acha que ele nunca te traiu? Eu já fui como você.” Quem essa criatura amargurada pensa que é? Não, sério. Quero saber porque uma pessoa que obviamente foi decepcionada, tendo merecido ou não, se acha agora o Mestre Yoda e não consegue aceitar que porque aquela escolha foi infeliz pra ela não tenha que ser para os outros também. Ah, você sofreu o pão que o diabo amassou e virou Buda agora? Jesus? O que te faz pensar que seja superior, evoluído e sequer mais sábio que qualquer outro ser humano similar e errante como você? Casos que nem a ciência explica.

Eu tenho verdadeiro pavor à prepotência, arrogância, mas acima de tudo, ignorância presente nessa frase. Nem perco mais meu tempo tentando justificar as questões e fazendo-os entender que são as minhas escolhas e que, principalmente, nem sempre envolvem uma sabedoria divina e celestial o simples fato de ter passado por elas e dito “É, realmente eu estava errada.” A verdade é que não podemos pular fases, uma pessoa de vinte anos com a cabeça de uma de trinta e cinco, sempre vai ser uma pessoa de vinte e, eventualmente, agirá como alguém da sua idade mesmo que isso surpreenda as pessoas ao seu redor. Então, obviamente a Crise Dos 20 e Tantos Anos está presente na vida de todos nós, mesmo que alguns a tenham com os quarenta. Arrisco à dizer que é uma tremenda sorte tê-la mais cedo!

Você se considera atrasado para ser rico.

c6

Eu queria só começar dizendo que Eduardo Saverin e Mark Zuckerberg são bilionários há cerca de 10 anos, hoje um com 31 e outro com 29, respectivamente. Em outras palavras, enquanto você gazeava a aula da faculdade pra beber no bar da esquina, eles estavam fazendo o primeiro milhão. Enquanto você virava as noites de quinta à domingo regado à cachaça, eles estavam fazendo o primeiro milhão. Enquanto você passava teus finais de semana comendo pizza e assistindo filme com seu amado, eles estavam fazendo o primeiro milhão. Enquanto você acordava cedo e saía pra surfar e achava que isso era qualidade de vida, bom, vocês já sabem. Tudo bem, você pode argumentar que eles são geniais e não correspondem a grande parte dos jovens acéfalos de hoje, mas e quanto a seus pais?! Na sua idade eles já tinham uma casa (que não foi conquistada pelo Minha Casa Minha Vida), moravam sozinhos sem o Bolsa Família e tinham você! Como assim?! Você mal consegue pagar seu próprio aluguel e se tem um filho ou pensa em ter em breve, já imagina que órgão faz menos uso pra poder vender. Essa sensação de atraso pra ser rico é constante nessa fase. Todos dias você acorda se cobrando o que está fazendo pra chegar lá. Você dorme mal, come mal e aprendeu o verdadeiro valor que as coisas tem. Seus pais teriam orgulho de ti se soubesse o que se passa na sua cabeça enquanto se tranca no quarto e assiste seriado o dia inteiro chorando de calcinha agarrada ao travesseiro.  

Já calculou com que idade exatamente precisa se casar.

tumblr_mkzwy1lPID1s2vipbo1_500

Exemplo prático: eu tenho 22 anos. Quero me casar antes dos 30. Ou seja, tenho aproximadamente 8 anos pra conseguir, já que faço aniversário no meio do ano. Sendo que eu também quero morar na Europa e nos EUA por pelo menos 1 ano em cada lugar, concluir minha faculdade, o que seriam mais 5 anos, e pra começar a construir uma carreira estável eu teria que ter pelo menos 2 anos de empresa. Então, para eu poder casar, eu preciso ser poliglota pra ter o início de uma carreira profissional bem sucedida antes dos 30. Eu tenho 9 anos de batalha, já começo a luta como menos um ano, pelo visto. Isto é, se tudo ocorrer perfeitamente bem. Acontece que eu também quero ser mãe cedo, antes dos 30, inclusive pra não ter risco nenhum na minha gravidez. Como vou interromper minha faculdade ou parar minha carreira pra ter um filho? Mas esse nem é o pior agravante: CADÊ O MEU MARIDO? Em 8 anos eu tenho: 4 chances de namoros de 2 anos, 1 chance de namoro de 2 anos e outra de 6 anos, 2 chances de namoros de 4 anos, 3 chances de namoros de 2 anos e meio, 1 chance de namoro de 5 anos e outra de 3 anos e mais um milhão de alternativas. Ou seja, não posso perder tempo com quem não quer casar porque isso diminuiria o tempo que eu vou ter pra encontrar alguém que valha realmente a pena. Mas como vou me dedicar a desmoronar minha vida amorosa se estou focada em ser bem sucedida profissionalmente?! Bom, concluímos o óbvio: NÃO VAI DAR TEMPO! Escolho ser rica. Fiquei pra Titia. Beijos.

Vai mais à formaturas e casamentos do que baladas.

TodoTwilightSaga

Sua amiga conheceu o NOIVO dela há menos de um ano. Sua turma de amigas resolveu se casar no mesmo ano. Você já foi mais vezes dama de honra do que podia imaginar, inclusive, nas primeiras vezes até torcia pra ser, já agora… Se torna compradora assídua de utensílios pra casa porque sabe que sempre terá um casamento surgido do nada pra ir. Prefere comprar vestidos do que aluga-los, afinal, faz muito uso deles. Se torna amiga da cabelereira e consegue aquele descontão nos penteados pra festa do tanto que frequenta. A melhor parte é que, hoje, homem de terno é seu perfil preferido.

Não consegue se ver trabalhando PRA SEMPRE no que trabalha.

c3

Você escolheu uma carreira pela empolgação ou porque naquela época todos apostavam que seria um verdadeiro sucesso ou, pior, por influência dos pais, mas sabe como a vida é, né? Você munido de sonhos e planos tem seu mundo de cabeça pra baixo quando descobre que, na realidade, tudo faz parte de um esquema intergaláctico quase impossível de ser interferido. Você acaba decepcionado com a carreira que escolheu, com a faculdade que fez, com os princípios dos seus superiores, com o novo saber do Nescau 2.0, com o brinde do Kinder Ovo, com A VIDA. De duas, uma: entra no mercado com sangue no olho e se torna mais um integrante do sistema ou se revolta com a situação e se faz um perrapado com vários princípios e valores que não enchem a barriga de ninguém.

Acha que perdeu boa parte da sua vida.

c1

Um dia você acorda e se pergunta se, por acaso, esteve em coma. Como não pôde enxergar pra que caminhos a sua vida te levava? Como pôde optar por tanta escolha errada? Como pôde deixar que o tempo passasse voando? O que você fez de que se orgulha durante toda sua vida, hein? Bom, finalizar jogos de ps3 não servem mais, criar uma banda por diversão não é mais legal, namorar por carência não faz mais sentido. Onde você esteve enquanto sua própria vida acontecia?

Se cobra uma carreira profissional estável.

c2

Todo mundo se forma, MENOS você. Cicrano tem a sua idade e já está na segunda formação. Fulano se tornou médico mais novo do que você. E Beltrano teve seu primeiro emprego como juiz aos 26 anos de idade! E você não conseguiu sequer concluir a primeira faculdade e tem cerca de 8 empregos no seu currículo, até omiti alguns para não parecer tão efêmero quanto é.

Compara sua vida com a de todos da sua idade.

c8

Todo mundo é bem sucedido. Todo mundo é casado ou está com o pé no altar. Todo mundo está formado. Todo mundo fez intercâmbio. Todo mundo é fitness. Todo mundo tem carro e alguns apartamento próprio. Todo mundo viaja, pelo menos, uma vez por ano para fora do país. Mas como já dizia a sua mãe: você não é todo mundo.

Sábado à noite em casa não lhe incomoda.

c4

Festas não lhe apetecem. Conversas de boates não tem sentido. Seu cabelo fica com cheiro de cigarro. Você gasta um dinheiro que foi muito suado em questão de segundos. As pessoas da balada não estão interessadas em ter nada sério. Quando não, você tem uma ressaca do quinto dos infernos porque bebeu, obviamente, o suor do diabo e depois foi atropelada por um trem e por sorte não se lembra de nada disso na manhã seguinte, mas sabe que foi divertido. É…Por que não ficar em casa mesmo?

Considera inteligência afrodisíaco.

c7

Do que adianta um cara sarado de academia, bem cuidado e bonitão com o cérebro de uma mariposa? Não é obvio que o ponto mais alto que ele vai chegar na vida é de ser gigolô? Quem se preocupa demais com aparência, acaba com 50 anos enxuta, claro, mas sem ter construído nenhum tipo de estabilidade com ninguém. E vamos combinar? Todo mundo envelhece, eventualmente, fica feio e possivelmente gordo, ou seja, nessas horas uma boa conversa é o que ajuda a manter o carinho e a sanidade do casal. Seus interesses agora assumem um patamar de necessidade que beleza nenhuma supre.

Em primeiro lugar, não se desespere. Sentir-se assim é mais comum do que imagina. Aliás, ninguém avisa isso sobre a fase adulta, ninguém te alerta da confusão que é superar todos esses estágios sem dar pitís de adolescente rebelde. Bom mesmo era aos 14 anos, pra toda revolta um novo piercing. Agora não, não tem pra rebeldia. Tem que juntar os cacos de esperança e partir da luta. Desistir não é uma opção, fracassar não entra nos planos. Você tem que ser mais forte do que jamais imaginou.  A questão é que ninguém pode determinar o momento certo para mudar. Não é o fato de estar cansado de si mesmo ou até cansado de ser subestimado que vai tornar isso real. As pessoas mudam porque querem sentir algo que nunca sentiram antes; sentirem-se vivas. Então, busque o que faz seu coração palpitar, suas mãos ficarem suadas. Aproveite seus vinte e poucos anos, a única fase que ainda pode fazer besteira, pra correr atrás do que verdadeiramente te faça feliz. Sabe, daqui um tempo vai ficar mais complicado. Maturidade é algo bem chato pois traz consigo uma carga pesada de responsabilidades, mais do que a gente consegue prever. O mundo vai tentar te derrubar sempre, cada vez com mais força e essa é a maior prova de que você está na melhor fase da sua vida. A gente cresce quando percebe que tem mais experiências pra dividir do que derrotas pra contar.

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

3 thoughts on “Crise dos 20 e tantos anos.

  1. Mateus, 22

    Eu já fui como você.

  2. É… no meu caso, crise dos quase 30! Mas é igualzinho, haha.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3