Como fazer alguém se apaixonar por você.

Quero começar dizendo que essas dicas são cientificamente provadas. – Sim, por alunos desocupados de universidades que só a Superinteressante conhece, mas é o que tem pra hoje. Portanto, por mais que contestem a eficácia dos meus argumentos com suas teorias conspiratórias sobre o universo e a compatibilidade astrológica do casal, sinto informar que tem pessoas estudando sobre isso. Pasme. E não, não vou ensinar nenhuma simpatia, nem vudu. Na verdade, porque não tentar também, né? Como toda boa doida, qualquer incentivo é pouco! Vale até passar a virada de ano com calcinha rosa, afogar o bendito Santo Antônio de cabeça pra baixo e se cadastrar em sites de namoro.

1)      Tenha flores por perto.

Essa dica é pro homens naturalmente maquiavélicos que sentem prazer não só em ter um leque de mulheres à sua disposição, mas a certeza de que pelo menos metade delas são apaixonadas por eles. Porque não basta a comodidade, tem que ter o ego inflado. Nesse caso, um estudo da Universidade do Sul da Bretanha (França) provou que após ver imagens de flores, mulheres sentiram-se mais atraídas por homens que viam pela primeira vez. Como usar isso a seu favor? Leve um buquê no primeiro encontro ou o marque em um parque bem florido ou desvie o caminho e passe “acidentalmente” em uma floricultura e, ainda, use uma blusa floral. Bingo! Inclusive, talvez esse seja o sucesso do cantor Falcão – a margarida que carrega no bolso da blusa sem vê nem pra quê.

2)      Use aliança.

Como o desejo pelo proibido é do ser humano em si, a aliança se torna um amuleto de pretendentes em ambos os sexos. Mas são principalmente as mulheres as mais influencias por esse pequeno objeto de ostentação matrimonial. A pesquisa realizada pela Universidade Americana diz que homens usando aliança atraem 4 vezes mais mulheres! Possivelmente porque elas procuram relacionamentos mais duradouros e o famoso “cara que preste” e quando encontram um já comprometido subentendem que alguma sortuda chegou na frente. E o dito cujo que pode ser o maior safado da galáxia ou um sustentado pela mulher magicamente torna-se alguém atrativo, afinal, quer queira quer não, ele aceitou o diacho do casamento. Sabe aquela história que a grama do vizinho sempre é mais verde? Embora não façam ideia dos motivos que levaram ao compromisso e se aquele cara sequer corresponde à metade das expectativas dela para se sentir realizada, a cobiça fala mais alto. Sem contar do desespero contido na ideia de que “todo homem que presta está casado. Ou é gay.”

3)      Carinho nunca é demais.

Segundo um estudo da Universidade de Indiana (EUA), os homens por incrença que parível valorizam mais demonstrações constantes de afeto. Quer dizer, mandar flores, fazer serenatas e loucuras de amor deveriam ser o papel da mulher. A pesquisa ainda revela que homens são mais românticos e dizem “eu te amo” primeiro. Uma verdade incontestável é que quando o cara se apaixona, não tem reza que dê jeito. Homem apaixonado é muito mais dedicado, carinhoso, atencioso e tem uma inimaginável capacidade de perdão, muitas vezes, nem sequer explorada no relacionamento. Não tem nada mais fofo do que um cara cuidadoso, protetor, e nem nada mais besta do que um corno manso. Dizem que o ideal para que a relação seja duradoura é que sempre o cara goste mais da mulher, mas em contrapartida, não dá pra cantar vitória antes do tempo. Você que se confia ser o lado sólido do casal, pode cair no conto do vigário e o jogo se inverter em um piscar de olhos. Fica esperta!

4)      Não enrole.

Eu nem preciso dizer que homens não gostam de mulheres que fazem doce, né? Mas também é inevitável ter aquele velho jogo de cintura no início da relação até mesmo pra dar uma apimentada nas coisas. Acontece que deve ser cautelosa nessa história de se fazer de difícil. Às vezes, o cara pode se desinteressar só por pensar que está perdendo tempo com alguém que não se importa. Quando na verdade você já apelidou seu travesseiro com o nome dele e criou seus votos de casamento. Em estudo, a Universidade de Bucknell (EUA) apontou que eles preferem que elas demonstrem interesse logo de cara. Mas, venhamos e convenhamos, tudo que vem fácil, vai fácil! Então, como dar valor ao que não se batalhou pra conquistar? Ser direta vale a pena, ser fácil não.

5)      Olhos nos olhos.

Sabe aquele olhar da Medusa que petrifica? Vai treinando em frente ao espelho porque pesquisa realizada em Massachusetts, nos EUA, diz que manter o contato visual, ainda que seja com um desconhecido, por pelo menos dois minutos, faz com que as pessoas se afeiçoem mais rápido. O olhar 43 (assim como o Licor, diga-se de passagem) tem forte influência na área da conquista também. Por exemplo, pra demonstrar interesse sem parecer que quer devorá-lo, o segredo é localizar o alvo e olhar por quatro segundos. Não mais, não menos. Pra completar, uma sensual jogada de cabelo sem que pareça um torcicolo e tampouco a menina do exorcista é fundamental. É como se fosse uma propaganda de shampoo, daquelas bem conhecidas mesmo. Olha, olha, vira, olha, olha. Pegou o gingado? É o fatallity do flerte. Se sorrir de volta, já é seu.

6)      Sorria.

Eu não sou uma das pessoas mais bonitas sorrindo – sou uma espécie de cavalo relinchando – porém, entretanto, todavia, contudo, eu sou muito boa em fazer as pessoas rirem. Meio que me sinto na obrigação porque sou dentuça e é geralmente isso que esperam de mim. Triste vida. Por sorte, eu sei tirar proveito e graças a contestação das universidades de Aberdeen e St. Andrews (Escócia), Liverpool (Inglaterra) e Harvard (EUA) pessoas sorrindo são mais atraentes. Então, corta essa de fazer pose de modelo na balada como se estivesse sempre olhando anos luz à frente ou procurando um Zé Ninguém que ocasionalmente está atrás da pessoa que você se interessou. É muito direto você sorrir pra alguém que não conhece – só quem faz isso é a Amelie Poulain, Patch Adams e um bebum de esquina, que é obviamente a quem vão te comparar. Fato. Logo, um sorriso de canto de boca posterior a uma olhada de quatro segundos é o suficiente pra demonstrar o interesse, atrair a atenção e não parecer esquizofrênico. No meu caso, um meio sorriso é sempre melhor pra que meus dentes não cheguem primeiro e assustem a vítima, digo…o jovem mancebo!

7)      Aparente ser feliz.

Não basta você ter um instagram com falsas fotos espontâneas de alegria calculada, nem ter frases de motivação e amor por todo facebook e nem ter um status super-cool-bacaninha no whatsapp. Você ainda tem que aparentar que é feliz. Sim, a sociedade te oprime a esconder seus problemas, engolir seu choro e se fazer de Ken da Barbie com a vida perfeita. Afinal, ninguém gosta de gente triste ou negativa. A não ser outras pessoas tristes e negativas que gostam de nutrir a depressão e se martirizar com tempestades em copos d’água. Como moramos no Brasil, não temos tempo para esses problemas de primeiro mundo. Aqui o negócio é hardcore! Ou você aprende na raça ou a raça te prende. E um estudo na Universidade de British Columbia (Canadá) constatou que as mulheres preferem os homens mais felizes. Tenho pra mim que é porque quando a TPM chega e a taxa de serotonina fica negativa, é preciso alguém com alegria contagiante pra animá-las. E um estoque inesgotável de chocolate e paciência. Obvio.

8)    Fale sobre viagens, mas não sobre cinema.

A questão é que todo mundo gosta de pessoas viajadas, estudadas, que entendem ou enganam muito bem de várias coisas. Então, falar de viagem é sempre algo motivador, que impulsiona a conversa porque além de compartilhar experiências que já tiveram, principalmente, quando se trata do mesmo lugar o que vai aproxima-los e lhes dar uma certa intimidade, vocês podem discutir lugares que gostariam de conhecer. Pessoas que viajam são sempre mais interessantes, nem precisaria de um estudo pra provar isso, mas de qualquer forma, o o psicólogo Richard Wiseman, da Universidade de Hertfordshire (Reino Unido) afirmou isso. Quanto ao cinema, ele indica que é bom evitar falar desse assunto porque gosto é algo muito específico. Tem gente que ama filme de terror e tem gente que odeia e um nunca vai entender qual o problema do outro, as pessoas tem um certo bloqueio quando se trata de aceitar ou simplesmente compreender o gosto umas das outras. Ou seja, é muito provável que vocês discordem sobre preferências e isso geraria um certo desconforto, quando não, um atrito. Evitar tocar em assunto desse tipo, deixa o relacionamento mais saudável, pois aprendem a se gostar independente dos favoritismos. Aquela velha história de saber prato, cor, corte de cabelo e filme preferido do outro só serve mesmo pra ganhar pontos em programas de auditório.

9)    Gosta de uma cervejinha?

Essa dica é sobre observação, se seu parceiro pedir cerveja no primeiro encontro, já sabe o que esperar no final da noite. Isso mesmo! A jiripoca vai piar! Claro que toda regra, tem sua exceção, mas uma pesquisa realizada com 776 MILHÕES de pessoas por um famoso site de relacionamento dos EUA constatou que 60% que são amantes de cerveja estão mais propensos a ir pra cama com quem acabaram de conhecer. E eu que achava que era a vodka que deixava as pessoas nesse estágio e que cerveja dá sono, me enganei completamente. Um mundo novo se abriu pra mim onde analisarei a fundo todos aqueles apreciadores de botequins.

10)  Sexo no primeiro encontro dá namoro, sim.

Ao contrário do que ferozmente pregava sua mãe, um estudo realizado pelas das universidades do Kansas e da Califórnia (EUA) apontou que sexo casual torna as pessoas mais intimas com mais facilidade. O que pode ser melhor pra puxar assunto e quebrar o gelo do que a pergunta “E aí, foi bom pra você?”. Super conveniente, diga-se de passagem. Mas acontece que a pesquisa defende que esse tipo de contato gera um afeto ainda maior e consequentemente laços mais duradouros. Desmitificando a teoria popular de que você tem que esperar, pelo menos, ter uns cinco encontros com o parceiro. Difícil mesmo será convencer a sociedade que a “casualidade” do primeiro encontro foi em prol da ciência!

 

Não se esqueça de amarrar uma fitinha do Senhor Do Bonfim no braço, participar de uma procissão de joelhos, pular as 7 ondas do mar, fazer uma oferenda à Iemanjá e usar a cor ideal para o seu horóscopo do dia. E se nada disso der certo, tenha calma. As coisas acontecem quando tem que acontecer. Abrace as oportunidades. Não desperdice seu tempo em relações efêmeras, valorize o que for verdadeiro. Não se precipite em um relacionamento fadado ao fracasso pelo medo de terminar sozinha, não vale a pena. Há muito mais pra ser vivido do que as limitações que cercam o coração e que a ansiedade impede de ver.

 

Fonte: Ciência Maluca.

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

6 thoughts on “Como fazer alguém se apaixonar por você.

  1. Naiana

    Show!!!
    A cada dia que passa amo mais esse blog!
    🙂

  2. hahaha muito bom o texto com seus comentários

    adorei

  3. Tanii

    Sah, sempre que leio teus textos sinto uma vontade enorme de ser tua amiga hahaha
    Muito divertida, cara!

    • Hahahaha. Sou melhor amiga do que comediante, com certeza.

      • Lua

        como assim sexo no primeiro encontro da namoro??? Kkkkk o.O
        Aqui no Brasil se rolar no primeiro encontro na cabeça dos homens a mulher é rodada e não presta. . Kkk

  4. Rafael

    Samantha, conheci seu blog há um tempo e gosto muito de suas postagens. Não sei se você concorda com os 10 itens dessa última postagem, mas eu fiquei muito instigado com o que li e fiquei viajando aqui no quão seria bom te conhecer… eu me encaixo perfeitamente em TODOS esses 10 itens. Sou feliz, romântico, viajado, bebo cerveja… além de tudo sou bonitão hehehehe ok, ok eu me encaixo também no item 2; uso aliança! kkkkkkkk
    Bem, faço parte da estatística de que os “caras que prestam” estão casados, mas como o desejo pelo proibido é do ser humano em si, e eu tenho apenas 29 anos… a cobiça fala mais alto, eu estarei no Fortal também… tomara que a gente se esbarre por lá. 😉

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3