Como distinguir e “adestrar” os tipos de homens.

Antes de mais nada, devo alertá-los que se forem da sociedade protetora dos animais ou feministas ou machistas ou, sei lá, crentes, esse texto deve e provavelmente contém coisas que vocês não vão gostar de ler. Acontece que enquanto eu estava lendo um livro muito engraçado da Meg Cabot (grande escritora chick-lit que eu amo), um de seus personagens dado como mulherengo, me deu essa súbita inspiração e eu precisei parar tudo que estava fazendo para escrever. É mais forte do que eu, juro. Então, me desculpem se alguém sair ofendido ou transtornado daqui.

Assim como são as coisas são as criaturas, certo? E assim como são os animais são as pessoas? Bom, essa é também pode ser um grande verdade e um facilitador de vida se você puder distinguir o tipo com que está lidando, visto que logo poderá prever suas atitudes. Então, vamos lá com nosso

Os 7 tipos de homens (mundo animal)

20130912-225613.jpg

1) O Ornitologico

Esse é aquele cara cabeça nas nuvens, literalmente. É o meio abobalhado, que não parece ter muito conteúdo, do tipo que fica só rondando e esperando atacar sem ter nenhum motivo maior por trás. Mas se engana quem pensa que ele é tão aéreo quanto parece! Por trás de todo jeito “desligado” está alguém extremamente observador que sabe muito bem quando por os pés no chão.
Grau de perigo: quase nenhum. O importante é que estejamos um passo a frente dele pra não cairmos nos papinhos de quem “se faz de doido”.

2) O Bovino

O engraçado sobre esse tipo é que, dentre todos, é o que a aparência mais engana. Com cara de “dono da festa”, presença corporal que pode até impor respeito (ou medo), e além de sempre pensar estar por cima dos outros não deixando que ninguém monte neles; escondem, na verdade, a vergonha de carregarem um belo par de chifres. Resumindo: quem muito quer se mostrar, muito também tem a esconder. Pode desconfiar daquele cara com jeito de “machão”, que quer ser o maior cafajeste de todos, que quer se mostrar o mais valente; só ele sabe o quanto pesa andar com tanta “galha” na cabeça!
Grau de perigo: médio. Mulheres tendem a gostar de se sentir protegidas, resgatadas, como se fossem indefesas; um prato cheio para esses caras. Eles temem mulheres independentes demais e muito decididas… Sabe como é, né? Trauma.

3) O Canino

Sem dúvida, apaixonante, não? NÃO! Gente, primeiramente, todo mundo adora ter alguém nos seus pés, sempre te elogiando, sempre feliz em te ver, sempre chorando com sua saída, sempre mostrando que não vive sem você. Até que tudo vire um pesadelo e ele realmente ache que não vive sem você, então, tudo que ele tinha de fofinho e carinhoso se torna os maiores indícios de um sociopata perseguidor. Cuidado com esses caras, cuidado! Quando a esmola é muita, o Santo tem que ligar pra polícia e não só desconfiar! Quem convive com essa espécie sabe que as neuroses vão desde passar dias sem comer até que você esteja em casa até fugir ou pensar em se matar. A maior vantagem desse tipo é a fidelidade garantida, no entanto, talvez, a troco de toda sua liberdade. (Por isso, que prefiro os verdadeiros cães.) Entretanto, também podem ser bastante vingativos se sentirem-se negligenciados, além de fazer uma tremenda cara de pena que nos faz perdoar mais uma vez.
Grau de perigo: alto! Realmente tenham cuidado com quem troca a sua própria vida por alguém. Isso não é normal e muito menos certo pra saúde mental dos dois. É preciso saber separar a vida de cada um pra não acabar tendo um eterno “cão de guarda”.

4) O Caprino

Se fazem de bonzinhos, daqueles que estão ali só por estar, sem pretensão alguma de fazer mal a ninguém. Parecem rabugentos e é assim que conquistam a sua confiança; você pensa “Ele é tão chatinho com os outros, mas tão bom pra mim. Deve ser porque gosta de mim”. Aí que você se engana! Eles gostam do que você tiver a oferecer e quem já teve um em casa, pode confirmar: uma vez que ele está dentro, se sente o dono da casa! O trabalho que você vai ter pra expulsá-lo, talvez, nem compense o esforço de conquistá-lo!
Grau de perigo: baixo. Na verdade, o problema é só a liberdade que se for demais, já era, mas se souber colocá-los em seu lugar, então tudo bem.

5) O Equino

Manipuladores define. Ciente de sua posição, seja ela: social, profissional ou física; tem o total controle de suas emoções, de seus sentimentos. Tornam-se jogadores incríveis capazes de reverter qualquer situação, ficar por cima ou se fazerem de vítima e, no fim das contas, se estiverem achando pouco, ainda te dão um coice! Tchau e bença, queridinha. Fique longe desses ardilosos; eles sabem do potencial que tem e não vão se conter a usá-lo contra você. Bom, mas todo mundo sabe que essa espécie tem uma grande vantagem: o tamanho anormal do p…pé!
Grau de perigo: médio alto. Não tenho coragem de por “alto” porque uma fama dessas de “pézão” não vale a pena ser desperdiçada.

6) O Felino

Independentes, maliciosos e extremamente sensuais. Seu andado já inspira sensualidade e não importa a raiva que tenham lhe feito ou se passam o dia se fazendo de indiferente com sua presença, infelizmente, na hora que eles TE quiserem, você vai ceder aos encantos. Não são de ficar de papo no café da manhã, tampouco atendem quando são chamados. Ainda que não tenham absolutamente nada pra fazer, se demonstram sempre muito ocupados e ausentes. Podem passar dias sem dar notícias até que sorrateiramente aparecerão na sua porta. E sabe o que é pior? Você não só vai deixá-lo entrar, como vai lhe oferecer comida e uma cama quentinha.
Grau de perigo: alto. Obviamente é o tipo de relacionamento em que só ele ganha, afinal, ele te usa, garota… Mas você não vai entender isso se continuar babando por todas as poses que ele faz “sem querer”.

7) O Suino

Esse tipo é insaciável, insatisfeito. Não importa o quanto coma, sempre vai querer mais. E se todo dia tiver o que comer, todo dia irá comer. Independente do que lhes seja oferecido; do melhor que tiver ao lixo, eles só se importam consigo mesmos e com seu prazer. Como nunca estão satisfeitos, se tornam difíceis de se domar. Não parecem do tipo que ficaria com uma pessoa só o resto da vida. Além de tudo, são extremamente preguiçosos. Poderia até dizer que “correm” dos exercícios físicos, mas só em falar de “correr” já parece uma mentira!
Grau de perigo: médio. Depende do tipo de relacionamento que você pretende ter; esse é perfeito para uma aventura ou ser somente um PA (não vou explicar), mas pra ter algo mais sério, você quer realmente alguém que não vai tirar a bunda do sofá e gritar o dia todo “Ô mulher, traz minha cerveja!”? Bom, eu não.

Claro que, além desses 7 tipos “base” citados, há as combinações e elas sim que são fantásticas! Afinal, quem não quer um sensual felino + um fiel canino e um bem dotado eqüino?!
Façam suas escolhas! Beijo, me amem!

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3