Libriana no extremo da palavra. É completamente viciada em doce e chimarrão. Encontrou na escrita uma forma de se libertar, e acredita tanto nos seus sonhos, que escreveu na pele que eles nunca morrem, só pra ela sempre lembrar.

Author Archives: Vitória Garré

Tudo mudou.

Cê demorou. Na verdade eu até saberia dizer quanto tempo: quase cinco anos, quase alguns dias, quase foi a gente. Mas éramos duas crianças, você com sua timidez e eu com meu gênio forte horrível. Não que muita coisa tenta mudado, mas pelo menos a gente cresceu, mas nosso tempo passou. Difícil entender. A vida…

Continue lendo...