10 segredos que os casais escondem.

Não tem ditado mais certo que aquele que diz “a grama do vizinho é mais verde” e com os casais não poderia ser diferente. Além da competitividade que há entre eles, todos, sem exceção, escondem uma série de segredinhos conquistados no dia a dia. Quando você é solteira, idealiza que vai acordar todo dia com café da manhã na cama, vai ter várias mensagens fofinhas pra se sentir amada ao longo do dia, uma cesta de chocolates na tpm, toda tolerância do mundo para seus abusos, todos os mimos de um domingo à noite, etc e tal. Mas quando a vida a dois se torna um, o encanto do casamento perfeito se quebra, o pavio curto vira rotina e o vinho tinto lota a geladeira – e a cabeça. Venhamos e convenhamos, se suportar a convivência consigo mesmo ao longo da vida não é fácil, quem dirá suportar conviver com outro ser humano igualmente mutável e instável! Seja esta uma ideia próxima a sua realidade ou distante, de uma coisa não podemos duvidar: vai ser foda! Alguns recorrerão a casa da mamãe nas horas de aflição, outros a um bar e outros ao cangote de outras negas. Tudo que cabe a você fazer é se adaptar, e como não é uma tarefa fácil, listei as mentiras que os casais contam pra que de antemão se acostume com a ideia de que relacionamento sério é hardcore. Você está pronta pra isso?

1)      Quem comeu minha pizza?

pizza-margherita

Em primeiro lugar, se chegar a sobrar um último pedaço da pizza eles vão, sim, brigar por ele. E vai ter todo tipo de drama, valendo trazer à tona o mistério dos restos do peru de natal nunca solucionado. Vale ressaltar que as mulheres devem ficar mais atentas as brincadeiras ofensivas sobre seu peso justamente quando a pizza estiver chegando ao fim. E, ainda digo mais, se sobrar pizza vai ser de quem acordar na madrugada e for na ponta dos pés até a cozinhar comer. Não existe essa de guardei pra você. Inclusive, eu acho que isso é responsável pela famosa coincidência – ou azar e sedentarismo – dos casais que engordam juntos. A ânsia de comer antes e mais que o outro é tanta que eles acabam comendo mais do que geralmente comeriam só pra não perder a oportunidade.

 

2)      Vá tomar banho!

tumblr_mflwheqp501rorvmdo1_400

Ser adulto é comer a sobremesa antes do jantar, comer só a parte recheada da bolacha. Dormir com a cama desfeita, acumular louça suja de um dia pro outro, beber todos os dias. Utilizar tampas de tupperware como pratos e potes vazios de geleia de mocotó como copos do dia dia. Ser adulto é ser dono da própria vida, certo? ERRADO! A intimidade matrimonial faz com que, inevitavelmente, eles tornem-se mães um do outro e digam coisas do tipo “Você tomou algum banho hoje? Você não vai deitar na minha cama com os pés desse jeito!” Ai, que saco! Toma Coca-cola no café da manhã e não pode sequer dormir suja se quiser?! Que diabos de liberdade é essa?! Por um mundo em que sejamos donos do nosso próprio nariz, assim como, das nossas toalhas!

 

3)      Lençol de casal é a pior coisa que existe.

tumblr_m9wlfwxGez1r26fgdo1_r1_500

Sério! Casamentos acabam por conta disso. QUEM FOI QUE DISSE QUE O LENÇOL TEM QUE SER DIVIDIDO? Quem criou essa regra ridícula de aumentar o tamanho do lençol – sem que seja o dobro do tamanho de um lençol de solteiro, o que seria justo – e dizer que duas pessoas podem usar ele? Vão criar blusa de casal também? Calças de casal? De repente, agora todas as pessoas vão andar interligadas como se fossem obrigadas a dividir até o guardanapo 24 horas por dia, é isso? O resultado são noites piores do que cabo de guerra e manhãs de desapontamento e despeito. Toda mágoa do frio da noite anterior contidas na frase “Você pegou o lençol todo”, que traduzindo seria “Na próxima vez, eu te enforco, desgraçado!”.

 

4)      Falta de assunto.

tumblr_lkhi1lwF2w1qfm1mvo1_500

– Você viu que a Mônica…

– Vi sim.

– Lembra do Geraldo?

– Pois é, eu soube.

– Foi como daquela vez em que nós pulamos o muro da pousada e…

– E foram flagrados pelo segurança… Você já me contou essa.

– Porque, na verdade, eu acho que não foi culpa deles, já que..

– Eu sei, eu também acho.

– O que você quer jantar?

 

5)      Sonho da solidão.

tumblr_mkzwy1lPID1s2vipbo1_500

Conversas despretensiosas sobre uma certa liberdade de fazer coisas sozinho acabam surgindo com frequência à medida que o relacionamento se intensifica. Porque, vamos combinar, todo mundo gosta um pouco – alguns mais – da solidão. Às vezes, ela só quer cantar Sandy & Junior nas alturas e beber uma garrafa de vinho. Às vezes, ele só quer andar nu pela casa e beber cerveja. Às vezes, ela só quer um tempo com as amigas pra poder fofocar da vida alheia e assuntos que a fazem fútil, com muito prazer, em último grau. Às vezes, ele só quer a pelada com os amigos numa quarta-feira à noite pra desopilar melhor. Então, acontece que a solidão injustificada se torna um sonho distante, ou uma saudade. E pra não se comprometer com as perguntas investigativas do outro, tendem a simplesmente induzir uma solidão conjunta. Afinal, se um for passar a noite fora fazendo sabe lá Deus o quê, o outro também pode.

 

6)      O que é sexy?

zac-efron-26anosee

A não ser em casos que sejam extremamente vaidosos, as pessoas naturalmente deixam de se importar com a aparência no dia a dia. Não tem mais aquela ânsia de acordar mais cedo e passar uma maquiagem de leve e pentear os cabelos pra depois voltar pra cama e se fingir de bonita. Nem tem mais aquela preocupação em fazer a barba ou cortas as unhas do lado masculino. Intimidade é pra quem pode e, não, pra quem quer. Não é fácil pensar no amor quando acorda ao lado de um troglodita com bafo que, ainda por cima, quer transar com você. Sério! Mas isso, eventualmente, vai acontecer, até porque, não dá pra se preocupar com a aparência 24 horas por dia. E tem dias que um vai se achar horrível e pensar na sorte que tem de ter uma pessoa linda ao lado e vice e versa. Essa é a verdadeira rotina do casal. Ser sexy é coisa de datas especiais.

 

7)      Piadas internas.

anigif_enhanced-17713-1405510708-3

Você quer saber porque os casais tem praticamente um dialeto próprio? Alzheimer. Você achava mesmo que por trás de todo objeto que eles apelidaram tem uma história super emocionante? Tolinho. Eles nem sequer se lembram mais os verdadeiros motivos pelos quais apelidam tudo e todos, mas já que ficou mais fácil de lembrar assim, então continuam. A maioria deles também não se lembra em que data comemoram mês ou ano, portanto simplesmente inventam uma nova data especial. Afinal, o objetivo é somente comemorar ALGO e não a data em si.

 

8)      Dormir de conchinha é utopia.tumblr_li5gfiHuu61qb3t47o1_500

 

Daí você imagina que todos os dias vai ser aninhada da forma mais carinhosa, receber vários beijinhos no cangote e dormir agarradinha a noite toda, né? Mas a verdade é que será um festival de pontapés, uma disputa acirrada por quem fica com mais da metade da cama, uma briga inenarrável pelo melhor travesseiro. Quando não, justo no dia em que um deitar morto de cansado, o outro vai querer dialogar sobre a vida, os astros e todos os temperos gastronômicos do universo. Fora as alergias, os roncos, as tosses e as flatulências que, eventualmente, acometeram a rotina de sonhos.

 

9)      Intimidade fisiológica.

É, um sabe exatamente a hora que o outro precisa ir ao banheiro. Não, não tem mais encanto nisso.

 

10)   Namorada X Esposa

N: Seu estilo de se vestir é diferente.

E: Tá doido? Tá pensando que vai sair com esses trapos comigo?

 

N: Poxa, que pena que esqueceu meu suco, mas tudo bem. Fica pra próxima.

E: Filho da mãe! O que custava passar na porcaria da lanchonete e me trazer um suco?

 

N: Tadinho, você anda trabalhando muito…

E: Só quer saber de trabalhar, infeliz!

 

N: Você tá num bar com os amigos? Manda um beijo.

E: Você já tá bebendo com esses vagabundos no meio da semana?!

 

N: Você me deixa sem fôlego!

E: Você está me sufocando, desgraça!

 

N: Ele adora que eu seja decidida, sabe?

E: Ele diz que eu quero controlar a vida dele!

fluxograma

sahsilvany

About Samantha

Editora de conteúdo e redatora do Bendita Cuca!, e colunista para o Isabela Freitas e Superela. E Youtuber nas horas vagas. Sobrevivente da agonizante liberdade de pensar demais. Acredita que todo mundo merece um grande amor para chamar de próprio e escreve para se livrar da loucura completa.

O que achou? Vamos trocar uma ideia! Sua opinião é muito importante pra nós. <3