Só desista depois de tentar.

tumblr_lf8dbtvK9J1qfe4gko1_500

Fui atrás dele. Não foi uma decisão sábia, eu sei disso. Mas acontece que chega uma hora que somos tomados pelo desejo de chegar ao limite, é como se puséssemos a nós mesmos contra a parede. Um momento em que você se pergunta “vai fazer alguma coisa ou vai esperar que algo aconteça?”. Porque, você sabe, pode ser que nada aconteça. Pode ser que a sua história, assim como tantas outras, nunca chegue a sair de um mero rascunho ensaiado. Pode ser que na próxima saída, na próxima esquina, ele conheça alguém que ocupe um espaço que, até então, não lhe cabia. Pode ser que um filme ou uma música lhe faça compreender a falta de necessidade de se buscar uma outra metade. Já estamos completos, a verdade é essa.

Você cresce e aprende que apanhar de cinto dói bem menos do que um coração partido. Seu pior pesadelo se torna fracassar diante daqueles que demonstram ter conseguido – mesmo que tudo seja uma bela mentira ensaiada. Mas antes que possa perceber vai estar bem mais forte do que jamais imaginou. Pessoas interessantes preferem os obstáculos, aquilo que lhes motive a vencer. Elas vivem à deriva do recomeço, sem medo de jogar para o alto o que – ou quem – lhes impeça de voar. Pessoas interessantes sobrevivem com uma esperança latente após um amor conflituoso, anseiam por pernas trêmulas, mãos suadas. Elas preferem o frio na barriga, estar ao lado de quem lhes desperte admiração, respeito e, claro, um tanto de loucura também do que permanecerem conformadas como gente normal.

Estar com alguém não é essencial, mas excesso de força de vontade, de querer. Pode ser que ele não queira tanto assim. Ou não te queira tanto assim. Não temos como saber disso e nem de uma porção de coisas que pedimos resposta quando o coração se aperta. Mas é por isso, e somente por isso, que devemos buscar aquilo o que faz vibrar. Que devemos optar pelo caminho que o deixe em paz, mesmo contra o senso comum, mesmo contra sua própria razão.

E, talvez, isso te faça pensar que anda se tornando mais ranzinza, mais impaciente, no entanto, não é bem verdade: o tempo passa e a gente aprende a selecionar melhor tanto as mágoas quanto as alegrias. O importante é focarmos nosso filtro de energias mental em coisas boas, pessoas do bem e sonhos que parecem impossíveis. Quaisquer detalhes que nos façam criar um caleidoscópio de opções pra que não percamos a esperança de olhar novamente e enxergar o novo. Portanto, se você se sentir inquieta e diferente daqueles que parecem ter tido a “sorte” de uma vida comum, talvez você seja mesmo. Mas não há problema algum. Com o tempo, a gente aprende a valorizar quem nos merece e abrir mãos daqueles que não puderam nos compreender. Uma vez que nos livramos das expectativas, escolher a quem amarmos é só mais uma forma de liberdade.

Eu fui atrás dele. Mandei uma mensagem, uma frase que representa minha alma inteira. Ele não sabe disso, é claro. Primeiro preciso vencer a mim mesma antes de ganhar o mundo. Essa pequena e desmerecida conquista da paixão sob o orgulho é exclusivamente minha. Fui atrás dele, e sei que não foi uma decisão sábia. Pode ser que ainda doa muito, mas pode ser também o primeiro esboço pra reescrevermos nossa história. Eu só saberia se tentasse e não é como se eu não tivesse medo de ter o coração partido; eu tenho. E muito. Mas é como se, por ele, valesse a pena a tentativa de arriscar meu próprio destino.

Porque há tanto menino e tão pouco homem.

tumblr_m68z392a6p1r8bta4o1_500

Estar ficando com alguém é se equilibrar na corda bamba entre o sentimento e a loucura. Com o passar dos dias, temos a sensação de que a relação está evoluindo, crescendo, e passamos a querer mais consideração, mais afeto, mais compromisso. Acontece que não é o tempo que determina a intensidade de um casal, mas a forma como se tratam, como se veem. Às vezes, o que pra nós pode ser interpretado como sério, não passa de algo casual, ou pior, cômodo para os envolvidos. Então, nesse mesmo tempo, pode surgir uma outra pessoa que desperte em um ou outro a vontade de tentar. Mas quando não somos nós as escolhidas, tendo em vista o quanto havíamos nos reforçado, dói. E muito.

Não tenho mais idade pra joguinhos e já aprendi que uma relação amorosa não pode ser competitiva porque, nesse caso, até quando se ganha, se perde. Por um punhado de orgulho pra massagear o ego desfaz-se o respeito e a consideração que foi conquistada. Não vale a pena, sabe? Coisa de “menino”. Menino quer ficar por cima, quer contar aos amigos, quer sentir-se no controle. É preciso um pouco mais de tempo (e alguns tapas na cara) pra que possam entender que a afirmação de Homem que eles buscam é quando assumem o que sentem, e não quando se escondem no fundo do copo e nas escapadas da madrugada.

Se envolver não é fácil, sejamos francas. Ninguém está suficientemente pronto pra acertar em uma relação. A verdade é que nós vamos nos adaptando, nos ajudando. Nos conhecemos melhor quando podemos nos reconhecer um no outro, principalmente quando erramos. Às vezes, o que mais nos incomoda é também aquilo que precisamos melhorar em nós mesmos. Perda de tempo não é tentar e falhar, mas passar a vida esperando alguém que venha prontinho pra gente; essa pessoa não existe.

Porém, como podemos culpar alguém por não suprir nossas expectativas? Pessoas são livres pra nos deixar, e quando permanecem ao nosso lado foi porque quiseram. Do que adianta forçar alguém a estar conosco se não partir da sua própria vontade? Não adianta pressionarmos, tampouco nos humilharmos. A gente não pode forçar ninguém a estar conosco porque quando nos sujeitamos a isso, valemos pouco pra nós mesmos.

Todos aqueles que deram certo são resultados de inúmeras tentativas pontuais, vários murros em ponta de faca e, claro, uma força de vontade absurda. Muitas vezes, a gente tem que se perguntar o que está havendo conosco quando esperamos determinadas atitudes em uma relação. Ou seja, o problema está em nós mesmos por enaltecermos as expectativas e darmos demasiada importância ao nosso lado da história.

A verdade é que, um dia, alguém vai nos escolher e se esforçar por nós, talvez até partir alguns corações e nem sequer vamos saber disso, e isso vai acontecer de forma natural. Tudo que podemos fazer é dar o nosso melhor pra ter a consciência tranquila de que não fomos nós que perdemos enquanto isso não acontece. Eu sei, parece bobagem acreditar que simplesmente vai acontecer e não vai ser complicado ou doloroso, mas quando você puder viver isso vai saber que amor é aquilo que te dá sossego.

Acontece que “menino” nem sequer tenta, pois tem um medo danado de se envolver, de se perder, e demora mais pra descobrir que se achar em alguém é o melhor dos caminhos. Por isso, não adianta o quanto queiramos e nos esforcemos pra isso, não podemos fazer com que pulem fases. Cedo ou tarde, todo menino encontra alguém que lhe faz sentir o que ninguém jamais fez e lhe encoraja a amadurecer. O que devemos nos perguntar é o quanto estamos dispostas a esperar por essa mudança (que não vai acontecer porque nós queremos). A gente tem que se priorizar, se gostar muito, muito mesmo, pra enxergar que nem sempre quem a gente quer é quem merecemos ter ao lado.

 

Então me leva a sério.

qOgZwVR8pu

Então me leva a sério. Não sou de muito mimimi, mas admiro quando as pessoas são interessantes ao ponto de me fazerem ficar. Me leva a sério, não dúvida do que eu digo, mas se precisar me mostra a verdade. Colore os meus dias como se fosse um papel em branco pedindo pra ser colorido. Não gosto quando me sinto cobrada demais, então relaxa e vamos curtir a vida nessa calmaria corrida que nossa vida se tornou. Entende meus dramas, minhas manhas e me deixa ficar. Me leva a sério, me faz cafuné e quando eu estiver ligada no 220w seja minha festa também. Me dá a mão, me mostra algum lugar diferente, seja meu fotógrafo.

Faz por merecer tudo isso que eu guardo aqui dentro. Aquele afeto e amor escondidinho em mim que eu nunca soube demonstrar está todo aqui para você, basta você procurar um pouquinho mais, e ser mais paciente. Sei que te peço infinitas coisas, mas é porque sei que é você que vai conseguir me desvendar. Me leva a sério, e me dê chocolates, sim, todos do universo.

Seja meu ponto de equilíbrio, me mostra o cair do Sol e contempla as estrelas comigo. Seja meu hoje, meu amanhã e meu final de semana. Gosto muito de sorrir de olhos fechados para o mundo, com o vento batendo na cara, então seja aquele que sorri de volta enquanto eu faço isso. Me leva a sério, me empresta teu moletom cheiroso e com gosto de preguiça que eu tanto adoro e bate na minha porta pra buscar. Me conta histórias entediantes só pra eu dormir e você me zoar.

Assiste desenho comigo e entende que serei eternamente uma criança, mas que se precisar brigar eu brigo e não me canso tão fácil enquanto sei que estou certa. Vem, e traz um doce pro Natal, um Champagne pro Ano Novo e uma fantasia pro Carnaval. Fica até as próximas mil estações. Colado. Do meu lado. Pra tudo que der e vier.

Escolhi a dedo alguém pra ser meu oposto.

tumblr_lu8zt738LP1r4jcnho1_500

Eu não fazia ideia de quem você viria a ser quando eu te conheci. A vida tem dessas mesmo; prega peças, cruza caminhos, cria laços. A gente se conforma com o que tem e acaba se fechando. Logo eu, simplesmente, não esperava a essa altura encontrar alguém com quem me importar. Que iria facilmente ocupar o lado esquerdo do peito e o braço direito de uma vida. É inenarrável a minha sorte. Escolhi a dedo alguém pra ser meu oposto. Porque até as diferenças tem que se conciliar. Gente igual não se expõe, não dá a cara a tapa. Nem perdes noites em discussões pra não se levar a lugar nenhum pelo simples prazer de ouvir. Gente igual não ri de piada sem graça, nem força a voz no áudio. Tampouco, inventa sotaque pra não parecer o mesmo. Gente igual se envergonha de fazer um vídeo espontâneo ou dizer o que pensa em público. E não admite seus próprios defeitos para estranhos porque não tem essa capacidade de rir dos seus percalços.

Eu não tenho nada daquilo que você idealizou. Sou o avesso da garota que você já fez juras de amor-para-sempre sem saber que o “sempre” só duraria até o dia seguinte. Aliás, sou o oposto de todas aquelas que já decidiu amar. Não sou do tipo que se prende a alguém, mas que se agarra trocando uma porção de sextas-feiras por uma só manhã de domingo. Sou uma bagunça ambulante expondo a peito aberto um coração desarmado que deixa um rastro de afeto e delírio em cada passo desajeitado.

Inevitavelmente, eu vou mudar tudo em sua vida desde a seu prato favorito até o cheiro dos teus lençóis, e quem sabe, um pouco mais de você. Eu vou querer cuidar de ti ao ponto de me esquecer que, antes de mim, você tinha um cuidado danado pra não se envolver. Não é exagero quando digo que vou ter ciúmes de todo mundo que te deixou uma marca de saudade, acho um absurdo que você já tenha vivido tantos anos sem mim quando sequer me lembro quem eu era sem ti. Tenho essa mania de me apossar da vida dos outros achando que também pode ser minha, amar sua família, seu cachorro, seu emprego, sua coleção de bonequinhos de Star Wars e qualquer outro detalhe que te arranque um sorriso como se fossem meus.

Você não faz a menor ideia do orgulho que eu vou engolir todos os dias só pra tornar todo ponto final uma reticência e te laçar o riso. Nem quantas vezes desafiarei o universo pra que me dê sinais que devo insistir em você só pra poder acreditar em destino. Confesso que até quando instigar uma discussão será simplesmente pra ver acender no teu peito o medo de me perder e ouvir do teu jeito um pedido pra eu ficar. E quando lhe perguntar repetidas vezes se tem certeza sobre nós dois não será porque eu estarei em dúvida, mas porque vou amar te ouvir dizer que sim.

Eu te desejo uma vida difícil. Difícil mesmo, sabe? Eu quero que você aprenda a valorizar as pessoas que tem ao lado sem que precise perdê-las, e isso vai exigir um cuidado maior. Pessoas não ficam na vida umas das outras porque devem, mas porque querem. E eu quero ser merecedora de estar na sua todos os dias. Quero também intermináveis discussões que, às vezes, nos levem a perder a cabeça. Porque isso a gente só consegue estando ao lado de quem nos confronta, nos desafia.

Mas principalmente eu quero que você encontre em mim o que faz teu coração vibrar, teus olhos brilharem, teus planos casarem. Quero que se sinta arrepiado com suas escolhas, agora nossas. Quero o calafrio dos caminhos incertos na tua alma. E nada disso vai ser fácil. Haverá acertos, erros e tropeços. Mas não é pra ser fácil mesmo. O que fomos, quem somos e o que seremos é que faremos juntos. Eu quero ser o teu “pra sempre” diariamente. Eu não sou aquela que você acha que precisa, mas eu vou reinventar uma saída pra que você possa ir aonde quiser, mas decida morar em mim. Daí, dentre tudo que podemos fazer, seria loucura fugir desse sentimento que nos faz um só.

Onde houver paixão que haja amor.

tumblr_lltps0Oa401qb5buto1_500

É bastante confortável ter quem goste da gente, que não hesite ao dizer primeiro um “eu te amo”, que nos veja como a pessoa mais linda do mundo – e nos faça sentir como tal – que se diga apaixonado, entregue, principalmente quando se envolver se tornou um artigo de luxo nas relações. É bom sentir-se amado dessa forma, como se o destino tivesse se encarregado de enviar alguém que pudesse lhe ver como todos aqueles por quem passou não viram. E aquela dúvida sobre o que fazíamos de errado encontra o consolo do travesseiro e descansa em paz. Não éramos, de fato, o problema. Eles eram, nós não. É egoísmo, é claro, mas também é simplesmente esperança.

Existe amor mesmo onde não existir paixão, a verdade é essa. Amor é construído, feito sob medida para cada casal. Não tem como reciclar de um para o outro, sentimento não se reaproveita desse jeito. Pode se aprender a amar mesmo se não se sentir constantemente apaixonado. Na verdade, nós superestimamos essa sensação ao ponto de a acharmos um sintoma de uma relação bem-sucedida e nos esquecemos que os apaixonados soam mais desequilibrados do que dispostos.

Mas o que realmente acontece quando encontramos alguém que nos ame assim, de graça, é acreditarmos que temos a obrigação de tentar porque não podemos deixar passar essa oportunidade e que isso é o que todas as pessoas procuram, afinal de contas. Se você, por acaso, tiver quem verdadeiramente se doe por ti sem que sequer precisasse se esforçar, se arrisque. Pague pra ver porque onde há esforço mútuo, há também alguma forma de amor – ainda que não seja a mesma.

Acontece que, pra mim, o que realmente estamos procurando é alguém que seja saudade, que nos roube o sono, que nos encharque entre as pernas só com as lembranças. Alguém que o beijo se encaixe de tal jeito que até o próprio tempo se arraste pra fazê-lo durar. Alguém que quando desejarmos sua felicidade seja de forma tão altruísta que nos faça sentir a pessoa mais sortuda do mundo se pudermos ser parte disso. Alguém que quando se sentir frustrado e duvidar de si mesmo vai se lembrar que já teve quem compreendesse seus defeitos e o amasse ainda assim, e que isso seja o suficiente pra que não perca a fé em si e siga em frente. Alguém que carregaremos sempre no peito independentemente de quantas vezes tenha o feito em pedaços porque não vai haver mágoa no mundo capaz de superar o bem que já fizeram um ao outro.

Ser amado é não se sentir só ou falho, mas amar é sentir-se parte de algo maior responsável por nos guiar todos os dias e agradecido pela vida de que lhe faz feliz, e às vezes nem sabe.

Depois que passa.

tumblr_lzg2r4k7ih1qiedjgo1_500

Já apostei comigo tantas vezes não ir atrás de você, não procurar saber da sua vida, evitar os lugares em que você possa estar. É patética a necessidade que eu sinto de você. Fico aqui, sozinha, juntando os cacos da nossa história à procura de qualquer pista que me faça acreditar em recomeço. Confesso que trapaceio uma vez ou outra, escondo a parte que não demos certo, que discordamos e, às vezes, até mesmo toda a razão da nossa separação.

Podia ter sido diferente, sei bem disso. Depois que passa, fica tão fácil pontuar nossos erros, as vezes em que eu poderia ter nos poupado de mais um espetáculo de insinuações que circulavam minha insegurança. As vezes em que você poderia ter sido honesto quanto a sua falta de importância em meus interesses. As vezes em que nós dois nos viramos para lados opostos e fingimos dormir para não encararmos nossa covardia em continuar cara a cara.

Depois que passa, a gente até rir, não é mesmo? Dos mal-entendidos tão bem bolados que pareciam perfeitos, dos maus-olhares tão bem ensaiados que pareciam piada. Depois que passa, a gente até esquece do porquê começou, do sentido que víamos em insistir nas falhas que não tinham mais conserto. Do apelo que tínhamos em pedir chances que não cabiam em si possibilidades de recomeço.

Não me leve a mal, esse jogo é meu e eu não gosto de perder. Gosto de criar outros finais pra nós dois e reconta-los até que soem reais. Às vezes, só os escrevo pra poder concretizar o que o coração idealiza. E ali, entre tantas outras histórias verídicas de amor, meu conto de fadas se torna realidade quando alguém se identifica com ele, e eu chego a acreditar que não fomos uma ilusão.

O problema é que a gente só vê tudo isso depois que passa. Mas depois a estação muda, o calendário perde a data. Depois o que era lindo, envelhece. Depois a paixão esfria e a saudade nos enlouquece. Depois o sentimento muda, e o tempo nos emudece. Depois o sol nasce outra vez, mas no peito chora um coração que adormece. Depois, infelizmente, do amor que nos unia, a gente se esquece.

 

Deixa ser.

5ls0wuBIDN

Amor bom é aquele que nos liberta. Amor bom que é aquele que nos traz paz.

Demorei anos pra perceber isso, tive que viver várias desilusões, quebrar a cara infinitas vezes para finalmente entender a mensagem que a vida queria me dar: nenhum deles era bom o suficiente pra mim, nenhum deles me tornaria alguém melhor. A vida é cheia de inconstâncias. No auge dos meus dezessete anos, achava que já tinha vivido tudo, aprendido tudo e que nada mais me abalaria. Mas, hoje vejo que nunca aprendemos o suficiente.

Aqui estou eu com vinte anos. Nunca imaginaria que no quesito amor minha vida pudesse ser tão calma, leve e feliz. Obviamente todos os casais brigam, mas amor bom é aquele que te encanta, que te segura quando tudo parece estar o caos lá fora, que é compreensível e que compartilha a vida com a gente.

Quem me dera saber disso lá atrás. Me pouparia tantos desgastes, tantas lágrimas, tantas vezes em que quase desacreditei no amor. Porém cada pedacinho do meu coração partido no passado, hoje sabe que tudo tinha que acontecer. Hoje sei que tudo valeu à pena, e cada passo meu me fez chegar até aqui. Entendi que sinônimo de amor é liberdade.

Como boa libriana a flor da pele, sempre fui a pessoa mais ansiosa do universo. Mas, hoje em dia tirei o pé do acelerador. Apressar as coisas é também deixar de viver os melhores abraços, os maiores sorrisos… A vida é absolutamente esperta. Sempre acabará fazendo o melhor para nós. Por tanto coração quebrado não se conserta em um piscar de olhos assim como também não se esquece um amor com outro. Deixa ser. Deixa aparecer. Liga o som do carro e vai sair por aí, sente o vento bater na cara.

Tudo têm seu tempo.