Por que não eu?

Quando eu era mais nova – e acredito que você também tenha passado por isso – eu, depois de muito negar pra mim mesma e até mesmo policiar os pensamentos que se direcionassem a essas perguntas, admiti que sentia um certo despeito quanto aquelas garotas que foram as escolhidas. Veja a seguinte situação pra refrescar…

Continue lendo...

Quem você quer ser quando crescer?

Se você acha que essa pergunta é direcionada à crianças está muito enganado. No auge dos meus vinte e poucos anos, já nem conto nos dedos quantas vezes me flagrei pensando sobre quem eu quero ser quando crescer. Confesso que antigamente eu tinha essa resposta na ponta da língua e acreditava que fazer ou não…

Continue lendo...

As pessoas mudam.

As pessoas mudam. Tive várias oportunidades de aprender isso ao longo da vida, mas nem uma vez sequer deixei de me surpreender ao perceber uma mudança. Tanto em mim quanto nos outros. Tive um namorado que após terminarmos passou a fazer absolutamente tudo que eu havia lhe pedido durante o namoro. E que nunca fez…

Continue lendo...

Cicatriz.

Acabei de chegar do batizado daquela que seria nossa afilhada. Aquele laço tão bonito que tínhamos, aquele serzinho pequeno e cheio de amor que amávamos tanto. Tirei minha roupa, coloquei o pijama e mal deu tempo de tirar a maquiagem para as lágrimas rolarem. Sinto como se você tivesse morrido e eu tenha ficado com…

Continue lendo...

Por que os cães morrem cedo?

Nunca vou esquecer o dia em que reparei que os pelos do seu focinho ja estavam ficando brancos. Olhei bem fundo em seus olhos e vi o mesmo filhote bobo que eu criei por anos, respirei aliviada. Ela sempre foi o “o cão”. Ô cachorra danada! Não parava quieta, só fingia que estava dormindo, mas…

Continue lendo...